3º em Laguna Seca, Pedrosa pondera: “Um pequeno erro é suficiente para não terminar na frente”

Daniel Pedrosa afirmou que pequenos erros que cometeu acabaram com suas chances de vitória. Piloto da Honda afirmou que sabe o que tem de melhorar na nova moto para andar bem em Indianápolis

Daniel Pedrosa não conseguiu manter a boa forma que exibiu ao longo dos treinos livres e completou a prova deste domingo (29) na terceira colocação. Após a disputa em Laguna Seca, espanhol reconheceu que pensou que seria mais fácil passar Casey Stoner já que seu companheiro de Honda optou por utilizar o pneu dianteiro macio.

“Dei o meu melhor nesta corrida e o terceiro lugar foi o melhor que eu pude conseguir desta vez”, assumiu. “No início, estava confiante e calmo quando o Casey me passou porque eu sabia que ele estava com o pneu traseiro macio e esta era a escolha mais arriscada para a corrida, mas funcionou perfeitamente para ele”, avaliou.
 

Pedrosa correu pela primeira vez com chassi e motor novos preparados pela Honda (Foto: Repsol)

“Sabia que eu também tinha uma boa chance, mas quando alcancei o Casey outra vez e estava pronto para ultrapassá-lo, acelerei rápido demais e quase cai”, explicou. “Perdi terreno para os líderes, mas quando comecei a frear mais dentro tentando reduzir a vantagem outra vez, eu perdi a frente muitas vezes e fiquei muito perto de não completar a corrida.”

Apesar do terceiro posto, Pedrosa se disse satisfeito com sua corrida e afirmou que sabe o que precisa melhorar na nova moto para ter uma boa prova em Indianápolis.

“De qualquer forma, estou satisfeito porque eu continuei forçando até o final, dando 100%, mas hoje não foi o suficiente. Um pequeno erro é o suficiente para não terminar na frente”, avaliou. “De qualquer forma, estamos guiando a nova moto pela primeira vez aqui e conseguimos outro pódio. Sabemos o que podemos melhorar para voltarmos mais fortes em Laguna”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube