3° melhor do dia, Stoner relata problemas de aderência e instabilidade da Honda nos EUA

Casey Stoner não se mostrou contente com o desempenho de sua Honda de número 1 nesta sexta-feira (27) em Laguna Seca e relatou problemas de aderência e instabilidade da moto laranja. O australiano foi o terceiro mais rápido do dia

Assim como acontecera em Mugello há duas semanas, Casey Stoner novamente não conseguiu acompanhar o ritmo de seu companheiro de Honda, Dani Pedrosa, e também de Jorge Lorenzo, atual líder do Mundial. Nesta sexta-feira (27), o australiano fechou o dia como o terceiro mais rápido no combinado dos dois treinos livres e ficou a quase quatro décimos da melhor marca de Pedrosa, o mais veloz do dia em Laguna Seca, palco da décima etapa da temporada 2012 da MotoGP neste final de semana.

Stoner foi o terceiro mais rápido do dia nesta sexta em Laguna Seca (Foto: Repsol)

O bicampeão se mostrou decepcionado com o desempenho apresentado na pista californiana e disse que foi difícil encontrar o acerto ideal, principalmente por conta de problemas de aderência. "Não foi um dia particularmente agitado. Nós realmente não conseguimos obter a performance que esperávamos aqui com esse pacote técnico. Hoje, nós sofremos muito com relação à estabilidade da moto com o pneu macio. À tarde, o acerto se adaptou um pouco melhor com o pneu duro, mas a moto esteve instável e arisca. E não havia muita aderência também", explicou Stoner.

"Portanto, teremos algumas coisas para tentar amanhã e, se conseguirmos pequenas melhorias, então acho que poderemos ficar felizes com a moto. Porém, precisamos melhorar antes de poder dizer se somos ou não competitivos o suficiente aqui", completou.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube