3º no TL1, Pedrosa reclama de condições da pista, mas comemora “quantidade interessante de informações”

Dani Pedrosa ficou quase 0s9 atrás de Maverick Viñales, mas destacou o terceiro lugar obtido no TL1 no Catar e a quantidade de dados coletados com a Honda

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Dani Pedrosa gostou do que fez no primeiro dia de atividades da MotoGP no Catar. Nesta quinta-feira (23), o espanhol cravou a terceira melhor marca, quase 0s9 atrás do líder do TL1 Maverick Viñales. Pedrosa falou da importância de ter andado nas primeiras colocações e ter acumulado quilometragem e informações para o resto do fim de semana.

 
O espanhol explicou que a pista não estava em condições ideais, mas que precisou tirar tudo da moto pela provável mudança climática nesta sexta-feira.
Dani Pedrosa ficou em terceiro (Foto: Honda)
"Estou feliz com hoje. Ainda que as condições da pista e a aderência não fossem as melhores, forçamos bastante o ritmo para não sermos pegos desprevinidos caso as condições climáticas piores mesmo amanhã", disse.
 
Pedrosa destacou a quantidade de dados coletados na primeira sessão e prometeu muito empenho junto da Honda nos próximos dias.
 
"Foi importante andar na frente porque todo mundo estava esperando um pouco de chuva. No geral, estou bem feliz, acho que conseguimos uma quantidade interessante de informações. Vamos ver como as coisas saem e seguir trabalhando duro", completou.
 
PADDOCK GP #70 FAZ PRÉVIA DE ABERTURA DAS TEMPORADAS DE F1 E MOTOGP E LEMBRA PACE

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube