Aleix Espargaró dá protagonismo à Aprilia em dia de diferenças mínimas nos treinos da MotoGP em Phillip Island

Assim como já tinha acontecido no Japão, a performance de Aleix Espargaró da Aprilia voltou a se destacar. Primeiro dia de treinos da MotoGP viu top-16 rodando no mesmo segundo do ponteiro

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Marc Márquez e Andrea Dovizioso foram relegados ao posto de coadjuvantes em Phillip Island. Pela primeira vez desde que voltou ao Mundial de Motovelocidade há três anos, a Aprilia se viu no topo da tabela de tempos da MotoGP. No segundo treino livre desta sexta-feira (20), Aleix Espargaró cravou 1min29s225 e garantiu a melhor marca do dia.
 
Depois de mostrar evolução em Motegi, a casa de Noale voltou a surpreender, desta vez em uma pista completamente seca.
 
Favorito em Phillip Island, Márquez tampouco fez feio. Depois de liderar o primeiro treino do dia, o #93 ficou a apenas 0s005 de Aleix. Mas a boa forma do #93 não chega como surpresa. 
Aleix Espargaró elogiou novo motor da Aprilia (Foto: Michelin)
A Honda é a montadora mais bem sucedida no traçado de Victoria, onde soma sete vitórias, incluindo nos últimos dois anos. A Ducati, por sua vez, venceu quatro vezes entre 2007 e 2010 com Casey Stoner, mas o terceiro lugar de Andrea Iannone há dois anos foi o melhor resultado da marca de Bolonha desde a despedida do #27. A Yamaha também soma quatro triunfos em Phillip Island, o último deles em 2014 com Valentino Rossi.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Dovizioso, por outro lado, tampouco aparentou grandes dificuldades. O #4 anotou o terceiro melhor tempo, apenas 0s097 mais lento que o líder. Cal Crutchlow aparece na sequência, com Maverick Viñales liderado o esforço da Yamaha na quinta colocação.
 
Em um dia de diferenças mínimas, é difícil apontar um favorito claro, embora Márquez tenha apresentado um ritmo de corrida ligeiramente superior. E, apesar do protagonismo desta sexta, é igualmente complicado Aleix no rol dos favoritos.
 
“Estou muito contente de liderar um treino da MotoGP no nível que há. Acho que este primeiro lugar é melhor para a Aprilia do que para mim”, ponderou. “Me sinto superorgulhoso de estar neste projeto e seguir fazendo história”, comentou.
 
“Espero que não chova, porque a pista já está muito complicada”, comentou. “No Japão, fomos competitivos na água e agora no seco. Creio que temos de melhorar a moto, mas estamos mais ou menos preparados”, completou.
 
Ligeiramente à frente de Dovizioso, Márquez não mostrou preocupação com Aleix, mas colocou como ponto negativo desta sexta o bom início de trabalho do rival da Ducati.
 
“Diziam que a Dovi lhe custaria, mas quando você está lutando por um Mundial, todos os circuitos te caem bem”, ponderou Marc. “Era importante começar bem, porque se encara melhor o fim de semana desta maneira, mas o problema é que Dovi começou igual”, admitiu.
 
Mesmo admitindo que prefere ver menos gente na briga, Márquez avaliou que terá a companhia de pelo menos uma Yamaha.
 
“Viñales acho que estará em todos os treinamentos e no domingo lutará pela vitória”, previu.
 
Por fim, Marc fez uma aposta otimista para o futuro de Andrea. “Eu estou correndo como se não tivesse nenhum título, e se Dovi continuar assim, vai brigar por mais Mundiais no futuro”, apostou.
 
Depois de passar os últimos dias rotulando Márquez como favorito, Dovizioso celebrou o bom início de trabalho e garantiu que não faz uso da ‘guerra psicológica’ para enfrentar Marc.
 
“Da minha parte, não existe uma guerra psicológica com Márquez. Normalmente, ele é sempre rápido nos treinos e nós temos um enfoque diferente. Estar perto dele desde o primeiro treino é muito positivo”, considerou. “Estou muito contente por começar assim, porque é uma pista muito difícil para mim e já fomos rápidos. Era algo que eu esperava, pois este ano me sinto mais cômodo com a moto”, lembrou.
 
Depois de um fim de semana bastante ruim em Motegi, Maverick Viñales aproveitou o tempo firme de Phillip Island para recuperar suas boas atuações.
 
“Vamos tentar brigar para ganhar”, anunciou o #25. “De ritmo, não estamos mal, fomos consistentes. Vendo o ritmo de Marc, estamos com ele, mas, seguramente, ele deu mais voltas do que nós”, apontou. 
 

#GALERIA(7214)

RITMO DE FESTA

PADDOCK GP CHEGA À EDIÇÃO 100 COM HISTÓRIAS IMPERDÍVEIS DE EDGARD MELLO FILHO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube