MotoGP

Álex Márquez admite “chance real de passar mais um ano na Moto2”

Álex Márquez comentou sobre uma possível subida para a MotoGP já no próximo ano. O espanhol mostrou ser bem realista, indicando que quase todas as vagas estão ocupadas e que deve seguir por mais uma temporada na Moto2

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Álex Márquez falou sobre uma possível subida para a MotoGP no próximo ano. Reconhecendo que as chances do salto serem pequenas, admitiu que seguir mais um ano na Moto2 é uma oportunidade bastante real.
 
O espanhol fez sua entrada no Mundial de Motovelocidade em 2012, sendo campeão da Moto3 em 2014. No ano seguinte, deu o salto para a classe intermediária, onde ele sustenta a liderança do atual campeonato.
 
E 2019 vem caminhando para ser sua melhor campanha na categoria. Em nove etapas, subiu cinco vezes ao pódio, sendo quatro delas com vitória. Ainda, deixou de pontuar apenas em uma etapa, quando terminou em 24º em Jerez.
 
Com isso, naturalmente as especulações da subida para a classe rainha começam a surgir. Entretanto, o piloto mostrou ter os pés no chão. “Minha relação com a MotoGP não é especialmente boa. Sempre se fala muito a cada ano e no final acontecem outras coisas, por isso que não quero pensar muito”, disse.
Marc Márquez e o irmão Álex (Foto: Repsol)
“Acredito que a Moto2 é um bom empurrão para a MotoGP. Nunca se sabe o que vai encontrar na vida, mas não tenho nenhum contrato. Temos mais oportunidades de seguir na Moto2 do que subir para a MotoGP, é possível que saibamos algo mais em Brno”, seguiu.
 
“Quase todas as vagas estão ocupadas para 2020. Então tenho que colocar isso na conta, pois passar mais um ano na Moto2 e esperar até 2021 é uma possibilidade muito real, especialmente neste ano com todas as mudanças no motor e eletrônica. De qualquer modo, tenho muito que aprender e melhorar”, completou.
 
Quem também já falou sobre o assunto foi seu próprio irmão Marc Márquez. O titular da Honda comentou como deseja ver Álex na MotoGP, mas admitiu que, ao menos no momento, não há espaço em sua atual equipe para receber o piloto.
 
Cal Crutchlow também falou sobre uma possível chegada do Márquez mais novo. O titular da LCR falou que o representante da Marc VDS merece uma moto, mas também indicou que devem parar de indica-lo para a vaga de Jorge Lorenzo, que merece ser respeitado.

Leia mais sobre a MotoGP em Sports Addict.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.