carregando
MotoGP

Andorra libera pista de kart para permitir volta aos treinos de pilotos da MotoGP

O circuito Pas de la Casa vou abrir as portar para que pilotos dos Mundiais de Motovelocidade e Superbike possam treinar. Por conta da pandemia do novo coronavírus, as atividades estão sujeitas a uma série de restrições

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Residência de muitos pilotos do Mundial de Motovelocidade, Andorra vai reabrir o circuito de Pas de la Casa para permitir a volta aos treinos de moto. As atividades, porém, estão sujeitas a uma série de restrições por conta da pandemia do novo coronavírus.
 
O Mundial de Motovelocidade ainda não conseguiu iniciar a temporada 2020. Por conta da Covid-19, as corridas de Catar, Alemanha, Holanda e Finlândia foram canceladas, enquanto as provas de Tailândia, Austin, Argentina, Espanha, França, Itália e Catalunha foram adiadas.
 
Enquanto isso, com a maioria dos países adotando políticas de isolamento social e confinamento da população, os pilotos tiverem de treinar apenas em casa, mas, aos poucos, o cenário vai mudando. Na Itália, por exemplo, pilotos como Valentino Rossi, Franco Morbidelli e Andrea Dovizioso já voltaram ao motocross.
Pas de la Casa vai receber os pilotos da MotoGP para treinos (Foto: Divulgação)
Paddockast #60
OS PIORES PILOTOS DA HISTÓRIA DA F1

Ouça:
Spotify | iTunes | Android | playerFM

Em Andorra, depois de uma série de reuniões, o governo de Andorra concordou com um projeto para abrir as instalações do Pas de la Casa para os pilotos profissionais. Dono da Avintia, Raúl Romero é investidor da pista e trabalhou para conseguir essa liberação.
 
Assim, 22 pilotos profissionais, inclusive os nove da MotoGP que vivem no país, poderão voltar às pistas a partir desta quarta-feira. Entretanto, por conta dos cuidados com a pandemia, os competidores foram divididos em dois grupos para evitar o agrupamento de mais de dez pessoas na pista.
 
“Depois de longas reuniões e muito esforço por parte de todos os envolvidos, o Circuito de Andorra reabre suas instalações aos pilotos profissionais residentes no Principado de Andorra para treinar, coincidindo com a fase 2 do plano de desconfinamento”, disse o Ministério de Esporte, Saúde e Economia em um comunicado. “A excelente gestão da crise sanitária por parte do governo andorrano propiciou que os 22 pilotos profissionais de moto (9 deles da MotoGP) residentes em Andorra possam voltar a andar de moto e retomar os treinos de maneira imediata. Isto será marcado por um protocolo de atuação anticontágio validado pelo biólogo Joel López. Os treinos serão divididos em dois grupos e diferentes faixas horárias para evitar ter mais de dez pilotos treinando simultaneamente”, completa o texto. 
 
Assim, Maverick Viñales, Álex Rins, Joan Mir, Fabio Quartararo, Pol Espargaró, Aleix Espargaró, Tito Rabat, Jorge Martín e Albert Arenas foram o grupo 1, enquanto John McPhee, Xavier Siméon, Xavi Cardelus, Chaz Davies, Xavi Fores, Leon Camier, Jules Cluzel, Héctor Barberá, Randy De Puniet, Freddie Foret e Michael Fudala compõem o grupo 2.
 
Pas de la Casa está situado a 2.400 metros de altitude e conta com uma reta de 310 metros, com sete curvas. A largura da pista varia entre dez e 11 metros. 
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.