Antonelli mostra ritmo dominante e volta a liderar na Moto3 em Motegi. Líder, Kent é apenas 13º

Um final emocionante para o segundo treino livre da Moto3 em Motegi, na tarde desta sexta-feira (9). Após liderar grande parte da sessão, Niccolò Antonelli viu Miguel Oliveira superá-lo com seis minutos para o final. Porém, como último suspiro, o italiano acabou batendo o português, deixando 0s020 atrás na tabela de tempos

A cobertura completa do GP do Japão no GRANDE PRÊMIO

Niccolò Antonelli mostrou que era seu dia em Motegi. Na tarde desta sexta-feira (9) aconteceu  o segundo treino livre para a etapa japonesa e, após impor um ritmo dominante e cravar 1min57s609, o piloto foi o mais rápido do primeiro dia de atividades.

Antonelli parecia já ter o ensaio em suas mãos. Após cravar a marca de 1min58s415, o piloto da moto #23 não viu seus adversários o ameaçarem, permanecendo na ponta por quase todo o tempo. Porém, com seis minutos para o fim, Oliveira o superou.
 
Porém, com os cronômetros quase zerados, o italiano mostrou que não estaria satisfeito com o segundo posto e, em um último suspiro, voltou a liderar a tabela de tempos, colocando o adversário apenas 0s020 atrás. Enea Bastianini foi o terceiro.
Niccolò Antonelli (Foto: Divulgação/MotoGP)

Livio Loi, com um tempo 0s472 inferior ao do ponteiro, ocupou o quarto posto, seguido de perto por Brad Binder, o quinto. Alexis Masbou, mesmo com uma queda, foi o sexto mais veloz, com Jorge Navarro em sétimo. Francesco Bagnaia, Zulfahmi Khairuddin e Hiroki Ono fecharam o top-10.

Atual líder do Mundial, Danny Kent mostrou desempenho bastante discreto durante a sessão e, com uma desvantagem de 1s109 para Antonelli, terminou o dia apenas no 13º posto.

Confira como foi o treino: 

Como esperado, o segundo treino realizado em Motegi aconteceu com temperaturas ainda maiores do que na primeira sessão do dia. Os termômetros marcavam cerca de 25ºC, com a a pista chegando a 41ºC. Mas no traçado pouco ventava, registrando ventos a 6 km/h.
 
Os pilotos pouco demoraram a logo irem para a pista. Com a liderança passando por vários competidores logo nos primeiros minutos, foi Niccolò Antonelli, com uma marca de 1min58s535, quem primeiro assumiu a ponta da tabela.
 
Em sua tentativa seguinte, o italiano da moto #23 melhorou ainda mais seu tempo, baixando para 1min58s319. Logo atrás aparecia Miguel Oliveira, com 0s634 de desvantagem para o adversário.
 
Antonelli vinha voando no traçado japonês, pois no giro seguinte ainda conseguiu baixar mais ainda sua marca em 0s152. Enquanto isso, Livio Loi superou o português da KTM, ficando 0s390 do então líder.
 
Após a primeira parte da segunda sessão desta sexta-feira, os pilotos começaram a ir aos boxes. Antonelli permanecia na ponta, seguido por Livio Loi. Enea Bastianini era o terceiro, com Miguel Oliveira em quarto e Francesco Bagnaia em quinto. Jorge Navarro, Danny Kent, Isaac Viñales, Philipp Oetll e Éfren Vazquez completavam o top-10.
 
Mesmo após voltarem para a pista, poucas coisas mudaram na sessão. O italiano ainda permanecia na ponta, impondo ritmo dominante e baixando sua marca ainda mais, agora com 1min58s145.
 
Enquanto isso, o atual líder do Mundial, Kent, fazia um treino bastante discreto em Motegi. Sem conseguir extrair mais ritmo de sua moto, com pouco de quinze minutos para o fim, o piloto aparecia apenas no oitavo posto, 0s933 atrás do ponteiro.
 
Foi então que com apenas seis minutos para os cronômetros zerarem que Oliveira voltou para o jogo. Marcando 1min57s907, ele superou Antonelli por 0s238 e passou a assumir a ponta da tabela.
 
Não demorou muito para o português superar seu próprio tempo. No seu giro rápido seguinte, ele baixando consideravelmente sua marca, cravando 1min57s738. 
 
Foi então que, com os cronômetros quase zerados, que Antonelli mais uma vez deu o troco em seu adversário português, superando e deixando para atrás por apenas 0s020. Enea Bastianini fechou no terceiro posto, seguido por Livio Loi e Brad Binder. Líder, Kent foi apenas o 13º.

Moto3, GP do Japão, treino livre 2:

1 23 NICCOLÒ ANTONELLI ITA ONGETTA Honda 1:57.609  
2 44 MIGUEL OLIVEIRA POR RED BULL KTM AJO 1:57.629 +0.020
3 33 ENEA BASTIANINI ITA GRESINI Honda 1:57.799 +0.190
4 11 LIVIO LOI BEL RW Kalex KTM 1:58.081 +0.472
5 41 BRAD BINDER RSA RED BULL KTM AJO 1:58.113 +0.504
6 10 ALEXIS MASBOU FRA RTG Honda 1:58.118 +0.509
7 9 JORGE NAVARRO ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:58.248 +0.639
8 21 FRANCESCO BAGNAIA ITA ASPAR Mahindra 1:58.312 +0.703
9 63 ZULFAHMI KHAIRUDDIN MAL SEPANG KTM 1:58.377 +0.768
10 76 HIROKI ONO JAP KIEFER Honda 1:58.419 +0.810
11 7 ÉFREN VÁZQUEZ ESP KIEFER Honda 1:58.564 +0.955
12 32 ISAAC VIÑALES ESP RBA KTM 1:58.593 +0.984
13 52 DANNY KENT ING KIEFER Honda 1:58.628 +1.019
14 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM 1:58.732 +1.123
15 29 STEFANO MANZI ITA TEAM ITALIA Mahindra 1:58.756 +1.147
16 5 ROMANO FENATI ITA VR46 KTM 1:58.809 +1.200
17 20 FABIO QUARTARARO FRA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:58.862 +1.253
18 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda 1:58.906 +1.297
19 84 JAKUB KORNFEIL TCH SEPANG KTM 1:58.919 +1.310
20 17 JOHN McPHEE ING RTG Honda 1:59.017 +1.408
21 2 REMY GARDNER AUS CIP Mahindra 1:59.059 +1.450
22 98 KAREL HANIKA TCH RED BULL KTM AJO 1:59.063 +1.454
23 88 JORGE MARTÍN ESP ASPAR Mahindra 1:59.077 +1.468
24 19 ALESSANDRO TONUCCI ITA AMBROGIO  Mahindra 1:59.084 +1.475
25 48 LORENZO DALLA PORTA ITA HUSQVARNA LAGLISSE 1:59.129 +1.520
26 91 GABRIEL RODRIGO ARG RBA KTM 1:59.131 +1.522
27 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM 1:59.132 +1.523
28 24 TATSUKI SUZUKI JAP CIP Mahindra 1:59.142 +1.533
29 96 MANUEL PAGLIANI ITA TEAM ITALIA Mahindra 1:59.290 +1.681
30 58 JUANFRAN GUEVARA ESP ASPAR Mahindra 1:59.291 +1.682
31 6 MARÍA HERRERA ESP HUSQVARNA LAGLISSE 1:59.463 +1.854
32 40 DARRYN BINDER RSA AMBROGIO Mahindra 1:59.560 +1.951
33 22 ANA CARRASCO ESP RBA KTM 1:59.967 +2.358
34 34 RYO MIZUNO JAP MUSAHI Honda 2:00.711 +3.102
35 55 ANDREA LOCATELLI ITA GRESINI Honda 2:00.816 +3.207
36 27 KEISUKE KURIHARA JAP MUSAHI Honda 2:00.962 +3.353

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube