MotoGP

Após acidente com Smith na Catalunha, Aleix Espargaró é diagnosticado com fratura de fêmur

De acordo com a imprensa espanhola, Aleix Espargaró foi diagnosticado com uma fratura no fêmur da perna esquerda em consequência de um acidente com Bradley Smith ainda na primeira volta do GP da Catalunha

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Não foram só Andrea Dovizioso, Maverick Viñales e Valentino Rossi que saíram no prejuízo no GP da Catalunha. Aleix Espargaró foi quem ficou com a parte mais salgada da conta de domingo (16): o piloto da Aprilia foi diagnosticado com uma fratura no fêmur da perna esquerda após um acidente com Bradley Smith ainda na primeira volta.
 
Uma volta antes do polêmico incidente causado por Jorge Lorenzo, na mesma curva 10, Smith, que é piloto de testes da Aprilia, atingiu com força a perna esquerda de Aleix antes de ser catapultado da moto. Com dores, o #41 voltou para os boxes e foi carregado para longe da moto por seus mecânicos.
 
Atendido pelos médicos da pista, Aleix foi, depois, transferido para o Hospital Universitário Quirón Dexeus, em Barcelona, para passar por exames. Inicialmente, um edema ósseo impediu maiores conclusões, mas, de acordo com a imprensa espanhola, o mais velho dos irmãos de Granollers sofreu uma fratura no fêmur, logo acima do joelho esquerdo, além de ter uma forte contusão no ligamento lateral interno com edema ósseo tibial.
Piloto de testes da Aprilia, Bradley Smith machucou Aleix Espargaró logo na primeira volta (Foto: Reprodução)
Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?



Por conta do acidente, Smith foi punido pelo Painel de Comissários e perdeu três posições no grid de largada de sua próxima corrida. 
 
Pelas redes sociais, Bradley fez um pedido de desculpas a Aleix e a casa de Noale. 
 
“Gostaria de me desculpar com Aleix Espargaró e toda a Aprilia”, escreveu. “As minhas ações de hoje não só fizeram Aleix e o time perderem pontos valiosos, mas também atrasa o projeto, por conta do teste dessa semana”, reconheceu, se referindo a atividade coletiva desta segunda-feira.
 
“Atingir outro piloto nunca foi a minha intenção, ainda mais alguém que chamo de amigo, e causar uma lesão”, frisou. “Muito tempo, dinheiro e esforço é colocado para tornar uma equipe da MotoGP um sucesso. Eu cometi um erro hoje e peço sinceras desculpas a todos os envolvidos”, completou.
 
Aleix, então, respondeu a mensagem de Bradley, que, por muitos anos, foi companheiro e equipe de Pol Espargaró, irmão do #41.
 
“Nós todos cometemos erros. Você é um piloto bom e limpo! Foi uma pena que tenha acontecido na minha corrida de casa, mas são só as corridas...”, escreveu. “Melhore a moto para mim amanhã e eu não vou ficar bravo com você”, concluiu.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.