Após ano de negociações precoces, MotoGP vai para temporada 2017 com grid repaginado por chegadas e partidas

Após um ano marcado por uma ‘silly season’ precoce, a MotoGP montou um grid repaginado para a temporada 2017. Além de muitas trocas nas equipes principais, a classe rainha do Mundial de Motovelocidade também vê a chegada de muitos estreantes

 

A MotoGP vai para a temporada 2017 com um grip amplamente modificado. Depois de um ano de negociações precoces, com o primeiro acordo — o de Valentino Rossi com a Yamaha — sendo anunciado ainda na primeira etapa da temporada, a Honda é a única das equipes de fábrica que vai para o próximo ano com seu time inalterado.

 
Responsável por iniciar a ‘silly season’, a casa de Iwata conseguiu manter Rossi, mas encontrou mais dificuldades na negociação com Jorge Lorenzo, que acabou seduzido pela Ducati. Sem o espanhol, a marca dos três diapasões passou a focar em Maverick Viñales, que ficou em dúvida na hora de deixar a Suzuki.
Renovação de Valentino Rossi abriu temporada de negociações na MotoGP (Foto: Yamaha)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Sem o Top Gun, a Suzuki aproveitou a opção da Ducati por Andrea Dovizioso para acertar com Andrea Iannone, o que causou um enorme desconforto em Aleix Espargaró, que ainda não tinha sua situação com o time definida.
 
A fábrica nipônica até teve uma ligeira dúvida, mas acabou por apostar mais uma vez em um novato e contratou Álex Rins, deixando o caminho livre para Aleix assinar com a Aprilia, que já tinha Sam Lowes garantido desde o ano passado.
 
Enquanto isso, a KTM, que vai estrear na MotoGP em 2017, assinou com Bradley Smith, que foi substituído na Tech3 por Jonas Folger. Pouco depois, a fábrica austríaca completou o ‘roubo’ e fechou com Pol Espargaró, que abriu caminho para Johann Zarco no time satélite da Yamaha.
 
O bicampeão da Moto2, aliás, até chegou a flertar com a Suzuki e, inclusive, testou a GSX-RR, mas acabou preterido por Rins.
 
Pramac e Avintia seguiram a linha da Honda e permaneceram com suas duplas intocadas, assim como a Marc VDS, que continua com Jack Miller e Tito Rabat, apesar do desempenho para lá de apagado do espanhol. A LCR também segue com Cal Crutchlow.
 
Na Aspar, mais mudanças. Dispensado pela Aprilia, Álvaro Bautista fez o caminho de volta ao time de Jorge Martínez, onde vai formar dupla com Karel Abraham, que retorna ao certame após um ano no Mundial de Superbike.
 
A série das motos de produção, aliás, vai receber Stefan Bradl e Eugene Laverty em 2017. O germânico vai defender a Honda ao lado de Nicky Hayden, enquanto o norte-irlandês veste as cores da Aprilia. Yonny Hernández, por outro lado, vai para a Moto2.
 
MotoGP, Grid de 2017:
 
 1 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA
2 25 MAVERICK VIÑALES ESP YAMAHA
3 99 JORGE LORENZO ESP  DUCATI
4 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA  DUCATI
5 26 DANI PEDROSA ESP HONDA
6 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA
7 29 ANDREA IANNONE ITA SUZUKI
8 42 ÁLEX RINS ESP SUZUKI
9 22 SAM LOWES ING APRILIA GRESINI
10 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP APRILIA GRESINI
11 38 BRADLEY SMITH ING KTM
12 44 POL ESPARGARÓ ESP KTM
13 94 JONAS FOLGER ALE TECH3 YAMAHA
14 5 JOHANN ZARCO   TECH3 YAMAHA
15 45 SCOTT REDDING ING PRAMAC DUCATI
16 9 DANILO PETRUCCI ITA PRAMAC DUCATI
17 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI
18 76 LORIS BAZ FRA AVINTIA DUCATI
19 43 JACK MILLER   MARC VDS HONDA
20 53 TITO RABAT ESP MARC VDS HONDA
21 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP ASPAR DUCATI
22 4 KAREL ABRAHAM RTC ASPAR DUCATI
23 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube