Após queda em Jerez, Viñales lesiona dedo anelar direito e é levado a Barcelona para avaliação médica

Maverick Viñales sofreu uma forte queda no início da tarde desta quarta-feira (20) em Jerez de la Frontera. De acordo com Pablo Nieto, diretor esportivo da LaGlisse, o espanhol a unha e parte do tecido da última falange do dedo anelar direito. Piloto foi levado para Barcelona, para ser atendido pelo Dr. Xavier Mir

 

O dia de treinos em Jerez de la Frontera não terminou bem para Maverick Viñales. O piloto da LaGlisse sofreu uma forte queda na curva Crivillé do circuito andaluz, e lesionou o dedo anelar direito. O jovem espanhol foi levado para Barcelona, onde será avaliado pelo Dr. Xavier Mir, um dos mais repeitados do meio.
 
Por meio de um comunicado, a equipe explicou que Maverick ficou com a mão presa embaixo da moto e, por isso, perdeu a unha e parte de tecido na primeira falange do dedo anelar. Depois de limpar a ferida, Viñales foi colocado em um avião rumo a Barcelona, onde será examinado no Instituto Universitário USP Dexeus, para avaliar a necessidade de cirurgia. Após ver as primeiras imagens e radiografias, o diagnóstico do Dr. Mir é que a operação não será necessária. 
Viñales lesionou dedo após acidente na curva 12 de Jerez (Foto: LaGlisse)
Antes do acidente, Viñales liderava o treino, com seu melhor giro em 1min46s603. “Por um lado, estou contente porque tivemos um ótimo ritmo e trabalhamos muito e bem. Cada dia me sinto mais cômodo na moto e a ligação com a equipe é muito boa”, comentou Maverick. “Mas por outro lado, a queda foi uma pena. Agora preciso estar tranquilo e me recuperar o melhor possível para voltar a acelerar no Catar”, continuou. 
 
Pablo Nieto, diretor da equipe, classificou o acidente como azar, mas se disse confiante de que o jovem espanhol poderá disputar o GP do Catar, que acontece no circuito de Losail, no próximo dia 7 de abril.
 
“Sem dúvida a lesão de Maverick é um pequeno contratempo, mas nós estamos muito contentes com a evolução que teve durante toda a pré-temporada”, disse Pablo. “Foi a primeira queda e a verdade é que ele teve má sorte, porque demos um pequeno passo atrás. Mas, dentro do que aconteceu, estamos contentes e somos muito otimistas, porque depois do primeiro exame no circuito, os médicos acreditam que ele poderá estar no Catar sem problemas”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube