MotoGP

Aposentado da MotoGP, Pedrosa recebe homenagem e passa a dar nome para curva 6 do circuito de Jerez

O Circuito de Jerez prestou uma homenagem e rebatizou a Dry Sack com o nome de Dani Pedrosa. O #26 encerrou a carreira na MotoGP em 2018 e vai atuar como piloto de testes da KTM nos próximos dois anos

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
A introdução no rol das Lendas da MotoGP não foi a única homenagem recebida por Dani Pedrosa em seu ano de despedida da classe rainha do Mundial de Motovelocidade. Em tributo ao #26, o circuito de Jerez de la Frontera decidiu nomear a curva 6.
 
Na última segunda-feira, durante a apresentação oficial do calendário de competições no traçado, a prefeita de Jerez, Mamen Sánchez, anunciou a mudança nome de Dry Sack para Dani Pedrosa.
 
O piloto de Sabadell é um dos mais bem sucedidos em Jerez. Dani é o espanhol que mais pódios conseguiu nos 33 anos de história do traçado e, também, o competidor com mais pódios consecutivos, já que esteve no top-3 da pista andaluz entre 2005 e 2014.
Dani Pedrosa foi homenageado pelo circuito de Jerez (Foto: Divulgação)
“Jerez te agradece pelos momentos inesquecíveis de alegria, triunfos e valorosas vitórias que nos deu em este circuito que tanto ama”, disse Sánchez a Pedrosa. “Com esta curva e esta homenagem, te devolvemos uma pequena parte do que você nos deu”, completou.
 
Dani, por sua vez, não escondeu a alegria com a homenagem e se disse honrado por nomear uma das curvas.
 
“É mágico ter uma curva aqui em um circuito que sempre foi um dos meus preferidos em todo o campeonato”, declarou Pedrosa. “É um circuito que sempre me caiu bem e me senti especial, então ter uma curva aqui, compartilhando nome com outros grandes pilotos, é uma honra”, frisou.
 
Conhecida até então como Dry Sack, a curva 6 vem depois de uma reta em descida que nasce na Sito Pons, a curva 5. É um ponto de freada porte e palco de muitas ultrapassagens e quedas.

Dry Sack passa a se chamar curva Dani Pedrosa (Foto: Reprodução)