MotoGP

Arbolino deixa Toba para trás e lidera TL3 da Moto3 em Assen. Canet é quarto

Tony Arbolino apertou o passo nos instantes finais e assegurou a liderança do terceiro treino da Moto3 ao cravar 1min41s554. 0s154 mais lento, Kaito Toba aparece em segundo, com Jakub Kornfeil fechando o top-3. Líder do Mundial, Arón Canet fez o quarto tempo

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo
 
Tony Arbolino colocou a Snipers na ponta no terceiro treino livre para o GP da Holanda de Moto3. O #14 apertou o passo nos minutos finais da sessão deste sábado (29) e deixou Kaito Toba para trás.
 
Primeiro a aparecer no topo da tabela nesta manhã, Arbolino viu os pilotos do Team Asia protagonizarem boa parte da atividade antes de ser substituídos por Jakub Kornfeil na liderança. Na reta final do TL3, todavia, Tony apertou o passo para cravar 1min41s554 na última de suas 15 voltas e assegurar a ponta com 0s154 de margem para Kaito Toba.
 
Mais 0s028 atrás, Jakub Kornfeil ficou com o terceiro tempo, seguido por Arón Canet. O líder do Mundial melhorou em seu último giro para ficar com o quarto posto, 0s276 mais lento que o líder.
Tony Arbolino (Foto: Snipers)
Com 1min41s846, Ai Ogura aparece em sexto, seguido por Ayumu Sasaki e Sergio Garcia. Tatsuki Suzuki e Raúl Fernández aparecem em seguida.
 
Com o resultado deste TL3, Arbolino, Toba, Kornfeil, Canet, Ogura, Kazuki Masaki, Sasaki, Antonelli, Romano Fenati, Sergio Garcia, Suzuki, Gabriel Rodrigo, Fernández e Celestino Vietti são os 14 pilotos que avançam direto ao Q2 da classificação.
 
O GP da Holanda de Moto3 está marcado para o domingo, às 6h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.

Paddockast #23
Lágimas em Le Mans



Saiba como foi o treino livre 3 do GP da Holanda de Moto3:
 
Ao contrário do que aconteceu na sexta-feira, o sábado amanheceu com sol na província de Drenthe. Às vésperas do início do terceiro treino da Moto3, os termômetros marcavam 20°C, com o asfalto chegando a 26°C. A velocidade do vento estava na casa dos 8 km/h.
 
Com 1min43s217, Tony Arbolino abriu a sessão no topo da tabela, 0s068 à frente de Romano Fenati. Na volta seguinte, o #14 foi ainda mais rápido e ampliou para 0s132 a margem em relação ao piloto da Snipers.
 
Alguns minutos mais tarde, Ai Ogura cravou 1min42s613 em sua quinta volta e assumiu o comando da atividade, 0s055 melhor que Arbolino. Fenati caiu para terceiro, seguido por Niccolò Antonelli.
 
Na sequência, Kaito Toba passou 0s042 mais lento que o companheiro de Team Asia e se colocou no segundo posto, com Tatsuki Suzuki pulando para a terceira posição.
 
Fenati reagiu logo e, com 1min42s400, assumiu o terceiro lugar, seguido por Suzuki, Arbolino, Antonelli, Gabriel Rodrigo, Jaume Masià, John McPhee e Andrea Migno.

Completado o primeiro terço da atividade, os pilotos partiram para a primeira rodada de pit-stops sob a liderança de Ogura. 0s042 mais lento, Toba tinha o segundo tempo, com Fenati, Suzuki, Arbolino, Rodrigo, Antonelli, Masià, McPhee e Migno completando um top-10 separado por 0s945.
 
Antes de parar nos boxes, porém, Rodrigo perdeu a frente da Honda na De Bult, a curva 9. O titular da Gresini não se feriu, mas teve de voltar a pé para os boxes.
 
Na sequência, Lorenzo Dalla Porta caiu na Duikersloot, a curva 11, mas também escapou de lesões. A moto, porém, deu trabalho para funcionar.
 
Na volta à pista, Makar Yurchenko cravou 1min42s726 e saltou para o sétimo posto, 0s412 mais lento que Ogura, que seguia na liderança.
 
Logo depois, Jakub Kornfeil, que já tinha a melhor marca do fim de semana no resultado combinado, cravou 1min41s736 e assumiu a ponta, 0s219 mais rápido que Kaito Toba, que avançou ao segundo posto. Arbolino era terceiro, seguido por Migno e Ogura.
 
Sem demora, porém, Toba passou o piloto da Prüstel por 0s028 e recolocou o Team Asia na liderança. Ogura também foi mais rápido e agora aparecia na terceira colocação.
 
Na sequência, os pilotos foram à última parada nos boxes antes do ataque final à tabela de tempos. Toba liderava, com Kornfeil, Ogura, Masaki, Arbolino, Migno, Yurchenko, Suzuki, Fenati e McPhee no top-10.

Já na reta final da sessão, Ogura sofreu uma queda na curva 9, mas escapou de maiores lesões.
 
Em sua 14ª volta, Arbolino registrou 1min41s640 e assumiu a ponta da tabela, 0s068 melhor que Toba. Kornfeil caiu para terceiro, seguido por Ogura e Ayumu Sasaki.
 
Já com o cronômetro travado, Arbolino foi a 1min41s554 e confirmou a liderança, 0s154 melhor que Toba. Kornfeil ficou com o terceiro posto, com Arón Canet avançando para a quarta colocação na última de suas 17 voltas.

Moto3, GP da Holanda, Assen, treino livre 3:

1 T ARBOLINO Snipers Honda 1:41.554    
2 K TOBA Asia Honda 1:41.708 +0.154  
3 J KORNFEIL Prüstel KTM 1:41.736 +0.182  
4 A CANET MAX KTM 1:41.830 +0.276  
5 A OGURA Asia Honda 1:41.846 +0.292  
6 K MASAKI RBA KTM 1:41.855 +0.301  
7 A SASAKI SIC HONDA 1:41.881 +0.327  
8 S GARCIA Estrella Galicia 0,0 Honda 1:41.909 +0.355  
9 T SUZUKI SIC58 Honda 1:41.911 +0.357  
10 R FERNANDEZ Ángel Nieto KTM 1:41.999 +0.445  
11 A ARENAS Ángel Nieto KTM 1:42.051 +0.497  
12 D FOGGIA VR46 KTM 1:42.072 +0.518  
13 J MASIÀ Worldwide KTM 1:42.086 +0.532  
14 R FENATI Snipers Honda 1:42.090 +0.536  
15 L DALLA PORTA Leopard Honda 1:42.105 +0.551  
16 F SALAC Prüstel KTM 1:42.140 +0.586  
17 A MIGNO Worldwide KTM 1:42.176 +0.622  
18 G RODRIGO RBA KTM 1:42.234 +0.680  
19 M RAMÍREZ Leopard Honda 1:42.273 +0.719  
20 M YURCHENKO RBA KTM 1:42.378 +0.824  
21 D BINDER CIP KTM 1:42.414 +0.860  
22 J MCPHEE SIC HONDA 1:42.468 +0.914  
23 C ÖNCÜ Red Bull KTM Ajo 1:42.468 +0.914  
24 T BOOTH-AMOS CIP KTM 1:42.742 +1.188  
25 C VIETTI VR46 KTM 1:42.806 +1.252  
26 N ANTONELLI SIC58 Honda 1:42.852 +1.298  
27 A LÓPEZ Estrella Galicia 0,0 Honda 1:42.860 +1.306  
28 R ROSSI Gresini Honda 1:43.677 +2.123  
29 S NEPA Avintia KTM 1:43.930 +2.376  
30 R VAN DE LAGEN Qnium KTM 1:45.698 +3.990  
           
REC E BASTIANINI Worldwide KTM 1:41.283 161.4 km/h  
MV A OGURA Asia Honda 1:42.738 159.1 km/h  
           
  Condições do tempo PISTA MOLHADA   ar: 22ºC | pista: 28ºC  



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.