Às vésperas do início, MotoGP divulga protocolo médico para ser “seguido à risca”

Texto assinado por Carmelo Ezpeleta, Hervé Poncharal e Jorge Viegas alerta para a importância do cumprimento do protocolo médico em vigor. Dirigentes alertam que todos os participantes do Mundial são responsáveis pelo futuro do esporte

Uma semana antes do GP da Espanha, abertura da temporada 2020 da MotoGP, FIM (Federação Internacional de Motociclismo), IRTA (Associação Internacional das Equipes de Corrida) e Dorna divulgaram uma carta alertando para a importância do cumprimento do protocolo médico em vigor para a volta do esporte em meio à pandemia do novo coronavírus.

O texto assinado por Jorge Viegas, Hervé Poncharal e Carmelo Ezpeleta classifica a pandemia como “um dos grandes desafios” do esporte e pede atenção às orientações passadas pela equipe médica do Mundial.

Assim como a maioria dos esportes, a MotoGP teve sua temporada seriamente afetada pela pandemia. Apenas Moto3 e Moto2 conseguiram disputar o GP do Catar, mas muitas outras corridas foram canceladas e adiadas. No momento, o calendário conta com 13 corridas, todas na Europa, mas o destino nas provas de Argentina, Tailândia e Malásia segue incerto.

MotoGP 2019 Espanha Jerez
Jerez de la Frontera vai receber abertura da MotoGP
Paddockast #69 | Papo com Felipe Drugovich
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

O campeonato, porém, começa no próximo fim de semana, em Jerez de la Fontera, que vai receber de forma consecutiva os GPs da Espanha e da Andaluzia.

Ainda assim, o Mundial precisou fazer uma série de mudanças para tentar impedir o contágio dentro do paddock. Além de barrar a presença dos fãs, a MotoGP também reduziu o número de funcionários não só da organização, mas também das corridas e barrou a presença de jornalistas ― só serão permitidos os profissionais que atuam na transmissão televisiva.

No texto divulgado neste domingo (12), os presidentes de FIM e IRTA e o diretor-executivo da Dorna compartilham a responsabilidade para evitar que o Mundial seja um foco da doença.

Confira o texto na íntegra:

“Para toda família da MotoGP,

A pandemia de Covid-19 é e foi um dos grandes desafios que nosso esporte enfrentou. Muito em breve, será hora de voltarmos para a pista para dois GPs consecutivos em Jerez, e estamos muito felizes com o reinicio do nosso esporte.

Gostaríamos de aproveitar essa oportunidade para agradecer cada membro da família da MotoGP, incluindo fabricantes, equipes, pilotos, funcionários, circuitos, comissários, voluntários, transmissoras, jornalistas, fotógrafos, patrocinadores, parceiros, companhias de serviço e equipe de organização pelo incrível esforço durante esse momento difícil e pelo trabalho duro de tanta gente para que pudéssemos ir correr outra vez.

Depois de muito trabalho e esforço, em conjunto com as autoridades, conseguimos produzir um protocolo aceitável para os eventos com a meta de minimizar os riscos de infecção. Temos de aproveitar essa oportunidade para lembrar a todos da importância das medidas de segurança e os protocolos médicos em vigor para permitir que voltássemos à pista.

Antes de chegarmos ao Circuito de Jerez-Ángel Nieto, nós lembramos a todos que, uma vez que tenham sido testado, cada membro do paddock deve se auto isolar o máximo possível e evitar contatos desnecessários com outras pessoas até que seja a hora de chegar ao circuito.

Quando estivermos no circuito, o fim de semana de corrida e o paddock serão diferentes, já que nosso abrangente protocolo médico garante o mais alto padrão de segurança para todos os presentes no evento. É essencial que todas as regras de confinamento sejam estritamente seguidas e todos os participantes devem ir apenas para o circuito e para o hotel.

Sentiremos falta de muitos membros do paddock, e somos gratos pelo trabalho deles à distância, e, claro, por enquanto, também vamos sentir a falta de todos os nossos fãs nas arquibancadas.

Este protocolo médico deve ser lido e seguido à risca, dentro e fora do circuito. Qualquer violação do protocolo médico será levada extremamente a sério e o organizador vai agir de forma imediata.

A saúde de todos os membros do paddock é nossa prioridade máxima, e nós agradecemos sua cooperação em garantir que possamos voltar à pista de forma segura para outro incrível fim de semana ― e temporada ― de corridas.

Cada participante é responsável pelo futuro do nosso esporte.

Jorge Viegas, presidente da FIA; Hervé Poncharal, presidente da IRTA; e Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube