MotoGP

Baldassarri segura Lüthi nos metros finais no Catar e vence por 0s026 na Moto2. Pódio é definido por 0s002

Lorenzo Baldassarri suou na última volta, mas conseguiu resistir ao ataque de Tom Lüthi na volta final em Losail e venceu a prova de abertura da temporada 2019 da Moto2. Marcel Schrötter bateu Remy Gardner só por 0s002 e ficou com o terceiro pódio
Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Tom Lüthi garantiu a animação do GP do Catar de Moto2. O suíço lançou mão de uma belíssima prova de recuperação e transformou o que parecia uma corrida de pouca movimentação neste domingo (10) em um GP definido apenas no detalhe. No entanto, foi Lorenzo Baldassarri quem conseguiu levar a melhor, segurando o #12 na linha de chegada.
 
Baldassarri tomou a ponta ainda na largada e tratou de abrir uma margem confortável na liderança da corrida em Losail. Mas Lüthi vinha como elemento ‘surpresa’ dessa corrida.
 
Sétimo no grid, o suíço foi escalando o pelotão um a um até entrar na briga pelo pódio. Com seis voltas para o fim, Lüthi chegou em Remy Gardner para tomar o terceiro posto. Marcel Schrötter vinha 0s3 à frente e com pouco mais de 0s6 de atraso para o líder Baldassarri.
Lorenzo Baldassarri e Marcel Schrötter chegaram juntinhos na meta (Foto: Divulgação/MotoGP)
Vindo de uma temporada sofrível na MotoGP, Lüthi não titubeou na hora de combater o companheiro de IntactGP. Com quatro giros para o fim, o #12 tomou a segunda colocação em uma manobra limpa na curva 1. A demora, no entanto, facilitou a vida de Lorenzo, que se afastou mais de 1s.
 
Com um ritmo bastante superior, Lüthi logo se afastou decisivamente de Schrötter e também passou a recortar a vantagem de Baldassarri, que logo caiu para 0s7. Empenhado, Tom abriu a última volta com 0s148 de atraso para o ponteiro.
 
Baldassarri fez o que pôde para controlar o rival, mas Lüthi colou para valer na última curva e entrou rápido na reta catari para tentar a vitória. O piloto da Pons, porém, conseguiu ver a bandeirada na frente por uma diferença de apenas 0s026.

O último posto do pódio, aliás, teve o mesmo final emocionante. Marcel Schrötter chegou a cair para a quarta colocação, mas deu o bote em Remy Gardner nos metros finais e ficou com o terceiro posto por uma margem de só 0s002.
 
Augusto Fernández ficou com o quinto posto, com Sam Lowes vencendo uma disputa com Álex Márquez pela sexta colocação. Luca Marini ficou em oitavo, à frente do estreante Enea Bastianini. Xavi Vierge completa a lista dos dez primeiros.

🏍️ Confira a classificação do Mundial de Moto2 após o GP do Catar
 
Saiba como foi o GP do Catar de Moto2:
 
A largada para a primeira corrida da temporada da Moto2 aconteceu ao cair da noite. Já com a luz da lua iluminando o dia, os termômetros marcavam 20°C, com o asfalto chegando aos 22°C.
 
Pela primeira vez nos 158 GPs da carreira, Marcel Schrötter tinha a pole-position, a primeira de um alemão desde que Jonas Folger liderou o pelotão na etapa do Catar de 2016.
 
Repetindo o resultado que conseguiu em Valência no ano passado, Xavi Vierge tinha o segundo posto, à frente de Lorenzo Baldassarri. Luca Marini abre a segunda fila, seguido por Remy Gardner e Sam Lowes. Melhor KTM, Brad Binder tem a nona colocação.
 
Neste fim de semana, a Dunlop, fornecedora única dos pneus da categoria, levou ao Catar os pneus dianteiros 2 e 1 e os traseiros S1 e 3.
 
Luzes apagadas e largada autorizada no Catar. Vierge é quem ficou com a primeira colocação, enquanto uma grande queda envolvia três pilotos logo na primeira curva. Quem abandonou logo no início foram Bulega, que derrubou Lecuona. Nisso, Navarro foi ao chão sozinho.
Corrida da Moto2 teve um incidente logo na primeira curva (Foto: Reprodução)
Mas a liderança do piloto não duraria muito, pois Baldassarri logo tratou de superar o adversário e tomava a primeira colocação da prova. Mais para trás, na curva 6, era a vez de Bezzecchi cair.

Após um começo movimentado, as coisas começaram a se estabelecer. Com 17 voltas para o encerramento da prova, Baldassarri era quem aparecia na primeira colocação, com Vierge, Schrötter, Gardner, Brad Binder, Márquez, Lowes, Marini, Lüthi e Fernandez.
 
Lorenzo conseguia se afastar cada vez mais na ponta do pelotão. O italiano já sustentava uma vantagem de 0s386 para o segundo colocado Vierge, aumentando a cada setor do circuito.
 
A briga pela segunda colocação começava a ficar apertada. Com Baldassarri se descolando do pelotão, Schrotter e Vierge começavam a disputar o segundo degrau do pódio. O #23 deu o bote certeiro em cima do #97 para ultrapassá-lo.
 
Entretanto, Vierge cometeu um pequeno erro que permitiu que Gardner e Márquez o superassem. Portanto, esse era o rol dos cinco primeiros colocados da prova com 13 voltas para o fim.
 
A medida que a corrida ia entrando na reta final, as coisas começavam a ficar mais próximas na ponta. A vantagem de Lorenzo era agora de 0s570, com Schrötter indo na caçada em cima do italiano. Enquanto isso, no quarto posto, Lüthi vinha escalando o pelotão e começava a ameaçar Gardner, o terceiro.

Com seis giros para o final, Baldassarri seguia sem muitos problemas na primeira colocação, enquanto Schrötter tentava diminuir a distância para o ponteiro. Enquanto isso, Lüthi ganhava mais uma posição e já figurava no pódio catari.
 
Mas o suíço estava disposto em subir ainda mais no pelotão. Depois de uma breve briga com Marcel acabou levando a melhor, figurando na segunda colocação. Agora, 0s821 era o que o separava de Baldassarri.
 
E era Lüthi o responsável pela grande parte da ação na pista. O piloto já havia liquidado quase toda a diferença para Lorenzo, se aproximando cada vez mais de forma ameaçadora do primeiro colocado.

Enquanto a briga na ponta começava a apertar cada vez mais, a disputa pelo degrau mais baixo do pódio também estava pegando fogo. Após muito tentar, Gardner deu o bote em cima de Schrötter para assumir o terceiro posto. Era a última volta.
 
Nas últimas curvas a briga se intensificou demais em Losail. Lüthi tentou de todos os modos conseguir ultrapassar Baldassarri, se aproximando e cercando o adversário. Na reta final, então, o suíço deu o bote, mas o italiano acabou vencendo por apenas um respiro de diferença. Marcel completou o top-3.
 

GUIA 2019
🏁 MotoGP abre 2019 imprevisível e com promessa de alta competitividade
🏁 Por equilíbrio, MotoGP introduz mudanças aerodinâmica e eletrônica
🏁 Yamaha mostra evolução. Mas a dúvida permanece: é o suficiente?
🏁 Ducati sai da pré-temporada forte e vê chance de recuperar título
🏁 Honda carrega mistério: Márquez e Lorenzo vão se aguentar sem brigas?
🏁 Após anos de 'chove e não molha', Suzuki vê chance de dar próximo passo
🏁 KTM tem Pedrosa como trunfo e chance de acelerar evolução da RC16
🏁 Aprilia mira evolução e busca recuperação após 2018 decepcionante
🏁 Moto2 tem motor Triumph, mudança na classificação e classe talentosa
🏁 Moto3 traz nova classificação, volta de Fenati, time de Biaggi e promessa Öncü
🏁 Até com Gibernau, Mundial estreia Copa do Mundo de MotoE em 2019

Moto2, GP do Catar, Losail, Final:

1 L BALDASSARRI PONS Kalex 39:56.109 20 voltas
2 T LÜTHI Intact Kalex +0.026  
3 M SCHROTTER Intact Kalex +2.123  
4 R GARDNER SAG Kalex +2.125  
5 A FERNANDEZ PONS Kalex +2.305  
6 S LOWES Gresini Kalex +3.334  
7 A MÁRQUEZ Marc VDS Kalex +5.018  
8 L MARINI VR46 Kalex +7.336  
9 E BASTIANINI Italtrans Kalex +12.949  
10 X VIERGE Marc VDS Kalex +13.865  
11 F DI GIANNANTONIO Speed UP +15.525  
12 B BINDER Red Bull KTM Ajo +16.591  
13 A LOCATELLI Italtrans Kalex +18.667  
14 J RAFFIN RW NTS +22.771  
15 J MARTÍN Red Bull KTM Ajo +22.822  
16 B BENDSNEYDER RW NTS +23.978  
17 K IDHAM PAWI SIC Kalex +26.904  
18 D AEGERTER Forward MV Agusta +27.030  
19 S CORSI Tasca Kalex +40.274  
20 S MANZI Forward MV Agusta +44.212  
21 L TULOVIC Kiefer KTM +47.657  
22 J ROBERTS American KTM +57.596  
23 P OETTL Tech3 KTM +1:18.749  
24 D PRATAMA Team Tady Kalex +1:35.817  
  X CARDELUS ANGEL NIETO KTM NC  
  M BEZZECCHI Tech3 KTM NC  
  T NAGASHIMA SAG Kalex NC  
  J DIXON ANGEL NIETO KTM NC  
  S CHANTRA Team Tady Kalex NC  
  J NAVARRO Speed UP NC  
  N BULEGA VR46 Kalex NC  
  I LECUONA American KTM NC  
         
VMR R GARDNER SAG Kalex 1:59.195 162.4 km/h
REC S LOWES GRESINI Kalex 1:59.421 162.1 km/h
MV L BALDASSARRU Pons Kalex 1:58.635 163.2 km/h
         
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 25ºC | pista: 35ºC