Barberá admite susto com acidente em Indianápolis, mas garante que volta para etapa de Misano

Hector Barberá reconheceu que ficou assustado com o acidente em Indianápolis, pois temeu uma lesão na coluna. Espanhol garantiu que voltará para etapa de Misano

Hector Barberá correu contra o tempo para conseguir se recuperar de uma cirurgia na perna esquerda – feita para reparar fraturas sofridas na tíbia e no perônio durante um acidente em um treinamento – e poder alinhar no grid de Indianápolis. Na primeira sessão de treinos livres, no entanto, o espanhol sofreu um forte acidente e foi diagnosticado com uma pequena fratura na parte anterior da sexta vértebra dorsal, de acordo com o Hospital Metodista de Indianápolis.

Depois de passar um dia internado, Barberá teve alta e  embarcou rumo à Barcelona, onde seguirá se processo de recuperação.
 

Toni Elías substituiu Barberá na etapa de Indianápolis (Foto: MotoGP)


“Estou muito angustiado”, disse o piloto da Pramac. “Tinha trabalhado muito nas últimas semanas para me recuperar rapidamente das fraturas na perna que sofri em um acidente durante um treinamento”, lamentou.

O espanhol afirmou que havia chegado a Indianápolis em “melhores condições” do que esperava após a cirurgia do último dia 22 de julho, “mas depois de poucas voltas, tudo acabou.”

Hector reconheceu que se assustou com o acidente por conta de uma dor na coluna, que o fez lembrar de um queda sofrida em 2008.

“Me assustei muito, já que senti uma dor muito forte na coluna”, contou. “Foi um flashback. Me lembrei de Motegi em 2008 quando quebrei três vértebras e me vi obrigado a ficar sentado durante quatro meses”, recordou.

Apesar da lesão, Barberá garante que estará pronto para a prova de Misano. “Vou descansar muito, mas, garanto, estarei em Misano”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube