Barberá bate Márquez por 0s06 em pista molhada e fecha segundo treino da MotoGP na Alemanha na frente. Dovizioso é 7º

Héctor Barberá aproveitou a última de suas 26 voltas para bater Marc Márquez por 0s063 e ficar com a liderança do segundo treino da MotoGP na Alemanha. Com pista molhada, Dani Pedrosa fez o terceiro tempo, enquanto Andrea Dovizioso ficou em sétimo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Héctor Barberá conseguiu combater a força da Honda no piso molhado de Sachsenring. O piloto da Avintia aproveitou a última de suas 26 voltas na manhã desta sexta-feira (30) para superar Marc Márquez e garantir o topo da folha de tempos.
 
Depois de uma manhã bastante nublada, a tarde foi de chuva em Sachsenring. Confirmando a previsão desanimadora para o fim de semana, os pilotos encontraram condições variadas nesta tarde alemã. Após o piso seco da manhã, os titulares da classe rainha encontraram o asfalto em condições intermediárias e, depois, completamente molhado.
 
Já na parte final da sessão, os tempos começaram a cair com o asfalto secando, agitando a briga pelo topo da tabela. Com 1min28s115, Barberá tirou a liderança de Márquez por apenas 0s063.
Héctor Barberá foi o mais rápido nesta tarde (Foto: Michelin)
Mostrando bom ritmo no molhado, Dani Pedrosa ficou com o terceiro tempo, à frente de Danilo Petrucci, que segue em boa fase. 0s412 atrás de Héctor, Aleix Espargaró colocou a Aprilia na quinta colocação, seguido por Cal Crutchlow.
 
Líder do Mundial, Andrea Dovizioso foi 0s638 mais lento que o piloto da Avintia e ficou no sétimo posto, escoltado por Jonas Folger, Sam Lowes e Jorge Lorenzo.
 
Valentino Rossi foi 1s434 mais lento que o líder e ficou apenas em 15º, com Maverick Viñales aparecendo em 20º.
 
Saiba como foi o segundo treino da MotoGP em Sachsenring:
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Depois de uma manhã de pista seca, os pilotos tiveram de lidar com condições completamente opostas em Sachsenring, já que a chuva começou ao fim do treino da Moto3. Quando a classe rainha voltou para a pista, os termômetros marcavam 18°C, com o asfalto chegando a 24°C. A velocidade do vento era de 23 km/h.
 
No piso molhado, foi Dani Pedrosa quem começou na frente, 0s956 mais rápido que Petrucci. Márquez vinha em terceiro, seguido por Pol, Barberá e Lorenzo.
 
Pouco depois, Barberá tomou a liderança, mas apenas brevemente, com Pedrosa virando 0s953 melhor logo depois. Lorenzo era terceiro, à frente de Lowes e Rossi.
 
Exalando confiança, Pedrosa melhorou ainda mais, alcançando 1min29s572, 0s841 melhor que Márquez, o segundo colocado. Lorenzo era terceiro, à frente de Rossi e Baz.
 
Loris, aliás, avançou pouco depois, assumindo o segundo posto, ainda 0s300 atrás de Pedrosa. Márquez caiu para terceiro, à frente de Crutchlow e Lorenzo.
 
Com 1min29s472, Márquez encerrou o reinado do companheiro de equipe no topo da tabela, 0s100 mais rápido que Dani. Baz era o terceiro, com Lowes vindo em quarto, à frente de Petrucci.
 
Com cerca de 20 minutos de sessão, os boxes ganharam em movimentação. O top-10 tinha Márquez, Pedrosa, Petrucci, Baz, Lowes, Crutchlow, Aleix, Barberá, Rossi e Abraham. Viñales era 15º, à frente de Dovizioso.
 
Quando os times começavam a pensar em colocar os slicks, a chuva voltou. E com força. Restava pouco menos de meia hora no cronômetro.
 
Durante o treino desta tarde, aliás, a Aspar começou a testar o sistema de comunicação por mensagens de texto que entrará em vigor no próximo ano. Karel Abraham, por exemplo, recebeu o aviso para entrar nos boxes para uma troca de pneus.
Karel Abraham testou o novo sistema de comunicação (Foto: Reprodução)
Um dos poucos a rodar, Zarco sofre uma queda na curva quatro, mas escapou sem maiores consequências. Antes de cair, porém, Johann saltou para o sétimo posto da tabela, 0s635 atrás de Márquez.
 
Aos poucos, mais e mais pilotos foram entrando na pista, mas com poucas mudanças na tabela de tempos.
Com o asfalto secando, embora ainda com muito spray, Petrucci avançou para a segunda colocação, 0s059 atrás de Márquez. Aleix também foi mais rápido e subiu para a quarta colocação.
 
Faltando menos de dez minutos para a bandeirada, Danilo chegou a 1min29s209 e assumiu o comando da sessão, 0s263 mais rápido que Márquez. Baz seguiu a mesma linha e se instalou em terceiro, assim como Miller, o novo quinto colocado.
 
Pouco depois, Dovizioso baixou para 1min29s340 e avançou para a terceira colocação, 0s131 atrás de Petrucci. Mais atrás, Viñales era 14º.
 
0s163 melhor que Petrucci, Barberá pegou a liderança da sessão, mas mal conseguiu esquentar o lugar, já que Aleix passou 0s170 melhor e ficou com a ponta. 
 
Dovizioso entrou na brincadeira, foi a 1min28s753 e se colocou na liderança, 0s123 melhor que Aleix. Márquez, então, apareceu para tirar 0s302 da marca de Andrea e dar o ritmo da sessão.
 
Pedrosa conseguiu uma melhora e avançou para segundo, mas a dobradinha da Honda não durou, já que Aleix, Petrucci e Barberá apareceram para separa a dupla espanhola.
 
Márquez, então, baixou sua marca, mas seguiu escoltado de perto por Barberá. Com ritmo forte, o #93 foi mais longe e abriu 0s269 de margem para o rival. Restava um minuto de sessão. Mais atrás, Rossi avançou para 12º, 1s4 atrás do líder.
 
Já com o cronômetro zerado em Sachsenring, Barberá bateu Márquez pela ponta por 0s063 e ficou com a liderança.

MotoGP, GP da Alemanha, Sachsenring, 2º Treino Livre:
 
1 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI 1:28.115  
2 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:28.178 +0.063
3 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 1:28.468 +0.353
4 9 DANILO PETRUCCI ITA DUCATI 1:28.468 +0.353
5 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP APRILIA 1:28.527 +0.412
6 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 1:28.616 +0.501
7 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA DUCATI 1:28.753 +0.638
8 94 JONAS FOLGER ALE TECH3 YAMAHA 1:28.988 +0.873
9 22 SAM LOWES ING APRILIA 1:28.994 +0.879
10 99 JORGE LORENZO ESP DUCATI 1:29.017 +0.902
11 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP ASPAR DUCATI 1:29.076 +0.961
12 44 POL ESPARGARÓ ESP KTM 1:29.321 +1.206
13 76 LORIS BAZ ESP AVINTIA DUCATI 1:29.364 +1.249
14 36 MIKA KALLIO FIN KTM 1:29.446 +1.331
15 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:29.549 +1.434
16 43 JACK MILLER AUS MARC VDS HONDA 1:29.586 +1.471
17 17 KAREL ABRAHAM RTC ASPAR DUCATI 1:29.774 +1.659
18 5 JOHANN ZARCO FRA TECH3 YAMAHA 1:29.927 +1.812
19 38 BRADLEY SMITH ING KTM 1:29.972 +1.857
20 25 MAVERICK VIÑALES ESP YAMAHA 1:30.017 +1.902
21 45 SCOTT REDDING ING PRAMAC DUCATI 1:30.017 +1.902
22 42 ÁLEX RINS ESP SUZUKI 1:30.342 +2.227
23 53 TITO RABAT ESP MARC VDS HONDA 1:30.508 +2.393
24 29 ANDREA IANNONE ITA SUZUKI 1:30.559 +2.444
             
RECORDE MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:21.530 162.0 km/h
MELHOR VOLTA MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:20.336 164.5 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA MOLHADA   ar: 18°C | pista: 20ºC

#GALERIA(7095)

POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube