Bastianini aperta ritmo nos instantes finais e assegura liderança no segundo treino da Moto3 na Argentina

Enea Bastianini apertou o passo nos instantes finais da segunda sessão de treinos desta sexta-feira (6) e garantiu a liderança em Termas de Río Hondo. Com 1min50s397, o #33 fechou o dia com 0s408 de vantagem para Lorenzo Dalla Porta, seu companheiro de Leopard. Tony Arbolino fecha o top-3

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Enea Bastianini colocou a Honda na frente na segunda sessão de treinos livres da Moto3 em Termas de Río Hondo. Depois de a KTM dar as cartas nesta manhã com Marco Bezzecchi, o italiano aproveitou os instantes finais deste primeiro dia na Argentina para puxar uma trinca das motos nipônicas.
 
Com a última de suas 16 voltas em 1min50s397, Bastianini fechou a atividade com 0s408 de vantagem para Lorenzo Dalla Porta, segundo colocado e seu companheiro de Leopard. Mais 0s053 atrás, Tony Arbolino fez o terceiro melhor registro.
Enea Bastianini liderou o TL2 na Argentina (Foto: Reprodução)

Já 0s502 atrás do líder, Livio Loi fez o quarto tempo, à frente de Jorge Martín. Kaito Toba aparece na sequência, escoltado por Gabriel Rodrigo, que liderou boa parte da sessão.

 
0s724 mais lento que Bastianini, Adam Norrodin fez o oitavo tempo, com Niccolò Antonelli e Nakarin Atiratphuvapat completando o top-10.
 
LEIA TAMBÉM

Stop & Go: Franco Morbidelli

Saiba como foi o segundo treino da Moto3 na Argentina: 
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Assim como aconteceu mais cedo, o segundo treino da Moto3 em Termas de Río Hondo começou com pista seca, mas com nuvens muito mais carregadas cobrindo o traçado. A temperatura, no entanto, não tinha mudado muito, alcançando 22°C ― 28°C no asfalto. A velocidade do vento era de 5 km/h.
 
Sem saber quanto tempo de pista seca teriam pela frente, os pilotos não perderam tempo antes de descer o pit-lane assim que o cronômetro foi acionado para marcar os 40 minutos de atividade.
 
Correndo em casa, Gabriel Rodrigo foi o primeiro a ocupar o topo da tabela Com 1min51s891, o #19 tinha 0s017 de margem para Martín, o segundo. Loi, Bezzecchi e Canet vinham na sequência.
 
Sem muita demora, Bezzecchi tomou para si o comando, com Masià aparecendo para se instalar no segundo posto. Pouco depois, porém, Rodrigo foi a 1min51s112 e recuperou a liderança, 0s565 melhor que Antonelli, o segundo colocado.
 
Martín, então, virou 0s670 mais lento que o líder e assumiu o terceiro posto, ganhando uma posição na volta seguinte para se colocar a 0s202 do ponteiro. Bastianini era o terceiro, seguido por Antonelli e Atiratphuvapat.
 
A parte intermediária da sessão não vou lá grandes mudanças na tabela. Rodrigo tinha a liderança, com Martín, Antonelli, Bastianini, Atiratphuvapat, Loi, Bezzecchi, Masià, McPhee e Dalla Porta.
 
Com cerca de 15 minutos para o fim, Canet deu uma escapada da pista, mas conseguiu evitar a queda. O espanhol, aliás, escapou de uma punição por conta de um incidente com Makar Yurchenko na primeira sessão do dia.
Restando pouco menos de dez minutos para o fim, a maioria dos pilotos estava nos boxes, com Yurchenko rodando sozinho em busca de uma evolução. O #76 tinha o 12º tempo.
 
Aos poucos, os demais foram voltando para a pista para um derradeiro ataque à folha de tempos. Com 1min50s805, Dalla Porta tomou a liderança, 0s053 melhor que Arbolino. Martín ocupava a terceira colocação, seguido por Loi e Rodrigo.
 
Pouco antes de o cronômetro travar, Bastianini chegou a 1min50s535 e assumiu a ponta, 0s270 melhor que o companheiro de Leopard. Arbolino, Martín e Toba vinham logo atrás.
 
Na volta final, Bastianini alcançou 1min50s397 e arrematou a liderança. 0s4 mais lento, Dalla Porta ficou em segundo.
 

#GALERIA(8340)

Moto3, GP da Argentina, Termas de Río Hondo, segundo treino livre:

1 33 ENEA BASTIANINI ITA LEOPARD Honda 1:50.397  
2 48 LORENZO DALLA PORTA ITA LEOPARD Honda 1:50.805 +0.408
3 14 TONY ARBOLINO ITA SNIPERS HONDA 1:50.858 +0.461
4 11 LIVIO LOI BEL AVINTIA KTM 1:50.899 +0.502
5 88 JORGE MARTÍN ESP GRESINI Honda 1:51.001 +0.604
6 27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda 1:51.024 +0.627
7 19 GABRIEL RODRIGO ARG RBA KTM 1:51.112 +0.715
8 7 ADAM NORRODIN MAL PETRONAS Honda 1:51.121 +0.724
9 23 NICCOLÒ ANTONELLI ITA SIC58 Honda 1:51.161 +0.764
10 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda 1:51.216 +0.819
11 22 KAZUKI MASAKI JAP RBA KTM 1:51.265 +0.868
12 24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda 1:51.279 +0.882
13 5 JAUME MASIÁ ESP WORLDWIDE KTM 1:51.299 +0.902
14 44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:51.346 +0.949
15 71 AYUMU SASAKI JAP PETRONAS Honda 1:51.351 +0.954
16 16 ANDREA MIGNO ITA ÁNGEL NIETO KTM 1:51.449 +1.052
17 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM 1:51.508 +1.111
18 17 JOHN MCPHEE ING CIP KTM 1:51.552 +1.155
19 75 ALBERT ARENAS ESP ÁNGEL NIETO KTM 1:51.587 +1.190
20 40 DARRYN BINDER RSA RED BULL KTM AJO 1:51.627 +1.230
21 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda 1:51.667 +1.270
22 10 DENNIS FOGGIA ITA VR46 KTM 1:51.679 +1.282
23 12 MARCO BEZZECCHI ITA PRÜSTEL KTM 1:51.736 +1.339
24 84 JAKUB KORNFEIL TCH PRÜSTEL KTM 1:51.811 +1.414
25 76 MAKAR YURCHENKO CAZ CIP KTM 1:52.093 +1.696
26 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM 1:52.511 +2.114
27 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM 1:52.840 +2.443
28 72 ALONSO LÓPEZ ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:52.956 +2.559
CEDO DEMAIS?

ALONSO ENTRA NO ‘MODO EMPOLGOU’ ANTES DO TEMPO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube