Binder lamenta erros cometidos na MotoGP em 2020: “Corridas jogadas fora”

O sul-africano apontou as oportunidades desperdiçadas e pontos perdidos, destacando que o ritmo está presente, precisando apenas ser mais consistente

Brad Binder se mostrou bastante crítico com o desempenho e erros cometidos na temporada da MotoGP. Ao fazer um balanço das primeiras etapas de 2020, exaltou o ritmo apresentado, lamentou as oportunidades perdidas e os pontos desperdiçados.

O sul-africano subiu à classe rainha do Mundial neste ano. Logo em sua terceira etapa com a KTM, conseguiu a primeira vitória tanto sua, quanto da fábrica austríaca e da África do Sul. Entretanto, não tem conseguido manter campanha regular – já soma dois abandonos e apenas dois top-5. Atualmente, está na 11ª colocação da tabela.

“O principal em que não estou satisfeito com minha temporada até o momento é a quantidade de erros que cometi. Não sou um piloto que normalmente erra tanto, especialmente nas corridas. Consigo ser agressivo, sempre de maneira limpa, mas nesta temporada tenho errado muito. Escapando da pista, abrindo demais, indo para a brita”, comentou.

Brad Binder, MotoGP 2020, GP da Catalunha, Classificação
Brad Binder lamenta erros em temporada de estreia (Foto: KTM)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“[Em Misano] Eu me sentia muito, muito bem, mas acabei exagerando um pouco e caí na terceira volta. Sinto que perdi muitas oportunidades de somar bons pontos conseguindo posições e poderia ter sido forte em corridas em que joguei fora. Isso, acredito, é a parte mais difícil de minha temporada até o momento”, continuou o sul-africano.

“Mas acredito que o ponto positivo é que a velocidade está aqui. Se eu não tivesse estragado tudo nas corridas, os resultados teriam sido positivos”, encerrou o competidor de 25 anos.

Na classificação entre os estreantes, Binder é o melhor colocado. O competidor está 31 pontos à frente de Álex Márquez, o 16º, e 41 de vantagem para Iker Lecuona, que aparece em 18º. Entre as KTM, está atrás apenas de Miguel Oliveira, o nono.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da França, décima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Peter Pan, Rossi ainda tem espaço na MotoGP. Mesmo aos 41 anos
Viñales mostra velocidade e talento de Top Gun, mas decepciona com irregularidade
Dovizioso desperdiça chance de ouro e nem experiência parece ajudar na busca do título
27 anos após Schwantz x Rainey, Suzuki e Yamaha reeditam rivalidade na MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube