Binder mostra desconforto com desempenho da KTM no Catar: “Me deixa irritado”

Sem a mesma performance do ano passado, a KTM começa a temporada 2021 longe do esperado e ocupando as posições finais do grid. E isso tem tirado a calma de Brad Binder no fim de semana do GP do Catar

O primeiro fim de semana não foi o ideal para Brad Binder. A RC16, moto da KTM para esta temporada, não apresentou bom rendimento em Losail, e o sul-africano larga apenas em 19º para o GP do Catar.

Mesmo com a base da moto do ano passado, a KTM mudou o motor para 2021. E não conseguiu evoluir no pelotão. Por isso, Binder torce para uma grande mudança no tempo, pois, segundo ele, só assim acredita em um bom resultado neste domingo (28).

“Estou realmente torcendo para que o clima seja o pior que já vimos aqui. Eu acredito que quanto mais difícieis as condições, melhor para a gente porque estamos em uma posição onnde precisamos tirar vantagem de algo mais arriscado nas dificuldades”, disse Binder.

Brad Binder larga apenas em 19º no GP do Catar (Foto: Divulgação/MotoGP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Perguntado sobre as chances reais de terminar o GP do Catar no top-10, o sul-africano foi enfático e mostrou um certo desconforto com o assunto após o péssimo treino classificatório.

“Eu acho que chegar no top-10 seria incrível. E me deixa bem irritado pensar que estar entre os dez primeiros será bom. Mas com as atuais circunstâncias, não seria o fim do mundo” pontuou o piloto da KTM.

Miguel Oliveira, seu novo companheiro de equipe, também não apresentou bom desempenho na classificação e larga apenas em 15º em Losail.

GUIA MOTOGP 2021
⇝ MotoGP chega igual, mas diferente em campeonato condicionado por pandemia
⇝ Conheça quem são as equipes e pilotos para a temporada 2021 da MotoGP
⇝ Suzuki segue vida sem Brivio e tenta feito do bicampeonato na MotoGP em 2021
⇝ MotoGP volta com mistério: Marc Márquez retorna após três cirurgias? E como?
⇝ Honda aposta em encaixe de Pol Espargaró por encerramento de série de insucessos
⇝ Mir defende título da MotoGP para mostrar que conquista de 2020 não foi acaso
⇝ Quartararo precisará de regularidade e cabeça no lugar para substituir Rossi
⇝ Bastianini, Marini e Martín sobem para MotoGP com promessa de briga parelha
⇝ Yamaha rejuvenesce com Viñales e Quartararo e busca consistência na M1
⇝ Aos 42 anos, Rossi tem recomeço na MotoGP com SRT. Mas qual será o futuro?
⇝ Pol Espargaró tem chance da vida na MotoGP. Assustar Márquez é outra história
⇝ Equilíbrio também deve ser a marca nas categorias de apoio à MotoGP
⇝ Ducati faz mudanças arriscadas para deixar decepções de 2020 no passado
⇝ Aprilia ‘inventa’ Savadori e coloca tudo nas costas de Aleix Espargaró
⇝ VR46 dá primeiro passo na MotoGP ainda sem dizer se veio para ficar
⇝ Sucesso da Academia VR46, Morbidelli tenta aproveitar garagem com Rossi

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube