Vietti domina de ponta a ponta e vence GP do Catar de Moto2. Acosta é 12º na estreia

Celestino Vietti largou na pole, sumiu na frente e venceu com tranquilidade o GP do Catar. Arón Canet e Sam Lowes completaram o pódio. Pedro Acosta teve um dia difícil e ficou apenas em 12º

MARC MÁRQUEZ TENTA AFASTAR CAOS PARA RETOMAR REINADO NA MOTOGP 2022

Celestino Vietti não deu chances para a concorrência na primeira etapa da Moto2 na temporada 2022. Largando na pole-position, o italiano disparou na frente e venceu o GP do Catar sem ser ameaçado pelos demais pilotos do grid. É a primeira conquista do competidor da VR46 na classe intermediária do Mundial de Motovelocidade.

Atrás, a briga pelo pódio foi intensa em Lusail. Arón Canet conseguiu se desgarrar da disputa e terminou em segundo, mas a 6s154 do vencedor e pouco mais de 4s na frente do terceiro colocado.

Celestino Vietti sumiu na frente e não foi ameaçado em Lusail (Foto: VR46)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sam Lowes acabou ficando com a terceira posição. O britânico se aproveitou da disputa de Augusto Fernández com Ai Ogura e ultrapassou o espanhol nos metros finais da prova para garantir um lugar no pódio.

Augusto Fernández ficou em quarto, seguido por Tony Arbolino, Ai Ogura, Jorge Navarro, Joe Roberts, Cameron Beaubier e Marcel Schrötter fechando o top-10. Depois de problemas na largada, Pedro Acosta acabou apenas em 12º.

O Mundial de Moto2 volta às pistas no próximo dia 20, com o GP da Indonésia, no circuito de Mandalika. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da segunda etapa do Mundial de Motovelocidade 2022.

Saiba como foi o GP do Catar de Moto2:

Depois de uma prova eletrizante da Moto3, a Moto2 entrou na pista ainda sob luz natural. Pouco antes da largada, os termômetros mediam 26°C, com o asfalto chegando a 35°C. A umidade relativa do ar estava na casa dos 50%, com o vento soprando a 10 km/h.

Neste domingo, quase todos os pilotos optaram pelo pneu dianteiro 3, o mais duro, exceto Manuel González e Keminth Kubo, que calçaram o 1. Na traseira, a maioria foi com o 1, com Filip Salac, Ai Ogura, Jake Dixon, Fermin Aldeguer e Alessandro Zaccone optado pelo 2.

Na hora da largada, Celestino Vietti tracionou bem e conseguiu manter a ponta, diante de Tony Arbolino e Arón Canet, que pulou de nono para a terceira colocação. Ai Ogura vinha em quarto, seguido por Augusto Fernández e Filip Salac.

A Moto2 largou pela primeira vez na temporada 2022 (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

Quem não começou bem foi Pedro Acosta. Atrapalhado por Jake Dixon, o espanhol despencou para a 22ª colocação, quase 7s atrás do líder.

Depois de uma boa classificação, Filip Salac não foi longe na corrida. O estreante sofreu um forte high-side na saída da curva 5 e não conseguiu voltar para a corrida. O piloto da Gresini precisou de alguns instantes na brita para se recompor, mas escapou de lesões maiores.

Enquanto isso, porém, Vietti ia escapando da concorrência. Na volta 5, o italiano já tinha pouco mais de 1s de frente para Arón Canet. Arbolino vinha em seguida, diante de Fernández.

Ai Ogura entrou na briga pelo pódio com Tony Arbolino (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

Ogura seguiu pressionando Arbolino pelo último lugar do pódio, mas o piloto da Marc VDS vinha se defendendo bem.

A resistência de Tony, contudo, ruiu pouco depois, quando um erro na curva 6 fez com que ele caísse para sexto, atrás de Ogura, Fernández e Lowes.

Mesmo sofrendo com tendinite no punho direito, Sam foi ao ataque e começou a escalar o pelotão. O britânico assumiu o terceiro posto, já mais de 4s atrás de Canet. Fernández também conseguiu passar Ogura e se instalou em quinto, diante de Arbolino.

Sam Lowes ultrapassou Ai Ogura na briga pelo pódio (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

Ogura não entregou os pontos e retomou o ataque, tirano Lowes da terceira colocação. A disputa, contudo, seguia firme, já que Sam e Augusto ainda vinham bem pertinho.

Com duas voltas para o fim, Fernández conseguiu passar Lowes e tomar a quarta colocação. O britânico, todavia, ainda teria de lidar com a pressão de Arbolino, que não estava muito longe.

Nos metros finais, Lowes aproveitou que Ogura tocou a traseira de Fernández ao tentar reagir de uma ultrapassagem para roubar o terceiro posto, com Augusto em quarto e Ai ficando atrás também de Arbolino.

Ai Ogura quase causou um strike na última volta da prova (Vídeo: Reprodução/DAZN)

Moto2 2022, GP do Catar, Lusail, Corrida:

1C VIETTIVR46 Racing Team39:53.63720 voltas
2A CANETHP40 Kalex+6.154 
3S LOWESMarc VDS Racing Team+10.181 
4A FERNÁNDEZRed Bull KTM Ajo+10.259 
5T ARBOLINOMarc VDS Racing Team+11.421 
6A OGURATeam Asia Honda+12.331 
7J NAVARROHP40 Kalex+14.866 
8J ROBERTSItaltrans Racing Team+15.371 
9C BEAUBIERAmerican Racing+17.368 
10M SCHRÖTTERIntact GP+18.908 
11J DIXONAspar GasGas+18.958 
12P ACOSTARed Bull KTM Ajo+26.051 
13A ARENASAspar GasGas+26.139 
14J ALCOBAIntact GP+31.755 
15R FENATISpeed Up Boscoscuro+33.639 
16F ALDEGUERSpeed Up Boscoscuro+34.155 
17M RAMÍREZForward MV Agusta+34.699 
18S CORSIForward MV Agusta+36.282 
19B BENDSNEYDERSAG Pertamina+40.594 
20M GONZÁLEZVR46 Yamaha Master Camp+43.946 
21G RODRIGOSAG Pertamina+44.347 
22A ZACCONEGresini Racing+49.180 
23K KUBOVR46 Yamaha Master Camp+50.203 
24Z VAN DEN GOORBERGHRW Racing GP+56.194 
25S D KELLYAmerican Racing+56.336 
26N ANTONELLIVR46 Racing Team+56.357 
27B BALTUSRW Racing GPAbandonou 
28L DALLA PORTAItaltrans Racing TeamAbandonou 
29F SALACGresini RacingAbandonou 
30S CHANTRATeam Asia HondaNão largou 

GUIA DA MOTOGP 2022
MotoGP abre era pós-Rossi com menu extenso e pratos para lamber os beiços
MotoGP mantém estabilidade e só tem mudanças pontuais no regulamento
Acosta chega forte, mas Moto2 é livro aberto na busca por protagonista
Volta de Carrasco e estreia de Moreira deixam olhos atentos à Moto3
Aprilia dá novo passo e mira protagonismo de novo status na MotoGP
Yamaha ainda sofre com motor, mas busca evolução na MotoGP
Aprilia dá novo passo e mira protagonismo de novo status na MotoGP
Quartararo sai da glória de campeão para a luta de se manter no topo
Sem ícone máximo, MotoGP tem de descobrir novo mundo em era pós-Rossi
Ducati cria casca e entra na temporada 2022 com pressão do favoritismo
KTM chega cercada de incertezas após tropeços e decepções na MotoGP
Bagnaia ganha Ducati e vira bola da vez na MotoGP mesmo derrotado em 2021
De campeão a surpresa, novatos invadem MotoGP com diferentes expectativas
Suzuki atende pilotos e surge vitaminada com melhora na moto e novo chefe
Honda torce por Marc Márquez inteiro para voltar do ostracismo em 2022
Marc Márquez chega a 2022 para recuperar forma e retomar domínio

GUIA MOTOGP 2022: FAVORITOS, NOVATOS E PALPITES PARA TEMPORADA
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar