carregando
MotoGP

Chefe da Suzuki diz que “mundo esportivo moderno nunca sofreu nada” como pandemia

Chefe da Suzuki, Davide Brivio avaliou que o esporte atual vive uma situação inédita com a pandemia de coronavírus. Dirigente ressaltou que a segurança das pessoas é prioridade

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Davide Brivio acredita que o mundo esportivo vive uma situação inédita na história moderna. Inúmeras competições estão paralisadas ao redor do mundo por conta da pandemia de coronavírus.
 
A MotoGP precisou adiar o início da temporada 2020. Depois do cancelamento do GP do Catar ― apenas para a classe rainha ―, e do adiamento das corridas de Tailândia, Américas e Argentina, o calendário diz que o campeonato começa em maio, com o GP da Espanha, mas a realização da corrida ainda depende do controle da disseminação do vírus.
Davide Brivio (Foto: Suzuki)
Paddockast #52
PREVISÕES CERTEIRAS E OUSADAS PARA A F1 2020


Ouça:
Spotify | iTunes | Android | playerFM

“É claro que essa é uma situação muito difícil, mas nós todos sabemos que a saúde pública e a segurança das pessoas são prioridade agora mais do que nunca, então as estratégias e ações necessárias para conter o vírus são cruciais”, disse o chefe da Suzuki. “O mundo esportivo moderno nunca sofreu nada assim. De certa forma, isso quase me faz pensar em algo como uma situação de Guerra Mundial, que faz tudo parar”, comentou.
 
Com mais de 25 anos de experiência no paddock do Mundial de Motovelocidade, Brivio considerou que esta é uma situação sem precedentes. 
 
“Nós nunca tivemos uma situação de emergência que resultou no cancelamento ou adiamento de corridas”, comentou. “Nós tivemos a crise econômica de 2008 e tentamos reduzir os custos, e aí, em 2018, o cancelamento da corrida de Silverstone por causa das condições climáticas extremas. Mas eu não me lembro de nenhuma situação na qual, por razões políticas ou de saúde, tenhamos tido uma pausa tão longa”, continuou. 
 
“Ninguém passou por isso no mundo do esporte antes. Essa é uma situação global”, frisou.
 
Perguntado sobre os desafios de comandar a equipe num momento em que as pessoas estão impedidas ― no caso de alguns países europeus ― de sair de casa.
 
“Falando honestamente, nos primeiros dias foi difícil, porque isso é algo com que nunca lidamos. Muito da nossa vida gira em torno de planejamento de longo prazo e preparação, sempre olhando para o próximo fim de semana, mês ou até ano. Mas agora que a seriedade da situação está clara, nós temos de entender que os planos voaram pela janela”, comentou. “Agora é impossível fazer planos, porque muitas coisas podem mudar. Modificar os planos no último minuto virou quase a regra. Então nós tentamos fazer o melhor que podemos, esperamos, damos prioridade à saúde e cuidamos das nossas famílias”, encerrou.
 

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.