MotoGP

Chefe da Tech 3 acredita que Zarco pode tornar KTM equipe de ponta “como Dovizioso fez com Ducati”

Hervé Poncharal confia no talento de Johann Zarco. Chefe da Tech 3 e ex-chefe do francês, o dirigente afirmou que acredita que o piloto pode tornar a KTM uma equipe de ponta, assim como Andrea Dovizioso fez com a Ducati
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Johann Zarco tem todo o potencial de transformar a KTM em uma equipe de ponta. Quem acredita no talento do piloto é Hervé Poncharal, chefe da Tech 3, que ainda afirmou que o francês pode desempenhar o mesmo papel que Andrea Dovizioso teve na Ducati.

Nos dois últimos anos, Zarco defendeu o time satélite da Yamaha, onde conquistou resultados notáveis - foram seis pódios e qutro pole-positions. Agora, em 2019, assume o desafio de comandar uma das motos da esquadra austríaca.
 
Já Dovizioso chegou à equipe de Borgo Panigale em 2013. Desde então, tem se desenvolvido junto com o time e chegou a brigar pelo título nas duas últimas temporadas – mas mais diretamente em 2017.
 
Agora, o dirigente acredita que Zarco pode fazer o mesmo com a KTM. “Há muitos pontos em comum entre Zarco e Dovizioso. Não agem como superestrelas, prima-donas, são bastante próximos de sua equipe”, afirmou.
Johann Zarco (Foto: Sebas Romero/KTM)
“São bons para se fazer um grupo, para te apoiar, motivar e acredito que Johann consegue fazer isso na KTM, um pouco como Andrea fez na Ducati. Johann vive a MotoGP, 100% de seu tempo, trabalha duro, é um técnico muito bom”, seguiu.
 
“É muito bom em analisar o que está acontecendo na pista, pode passar as informações técnicas de maneira precisa para a equipe”, completou.
 
Hervé ainda ressaltou que a grande guinada da Ducati se deu graças ao piloto italiano e ao chefe da equipe, Gigi Dall’Igna. “Andrea trabalhou conosco, e não renovou com a HRC [após 2011] e foi bravo o suficiente e muito bom também, enquanto negociávamos, em dizer ‘Hervé, eu quero estar com você, quero pilotar uma Yamaha, acredito que se encaixaria com meu estilo’”, explicou.
 
“E ele realmente foi bem. Se a Ducati agora é considerada talvez a melhor moto do grid, é graças a Gigi, mas também a Dovizioso, honestamente”, encerrou.
 
Na temporada 2018, com Bradley Smith e Pol Espargaró, a KTM somou 95 pontos e terminou a classificação em nono. Zarco, na Tech 3, ficou com o sexto posto da tabela ao fazer 158 pontos.