carregando
MotoGP

Chefe da Yamaha diz que Rossi vai precisar de “duas ou três corridas” para definir futuro

Chefe da Yamaha, Massimo Meregalli ressaltou que Valentino Rossi é bastante inteligente e, por isso, não vai precisar de muito tempo para entender seu nível de competitividade. Aos 41 anos, o italiano ainda não decidiu se seguirá competindo em 2021

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Chefe da Yamaha, Massimo Meregalli acredita que Valentino Rossi não vai precisar de muito tempo para definir se continua ou não na MotoGP. O #46 fica no time oficial de Iwata até o fim do ano, mas, se continuar correndo, vai contar com apoio total da fábrica e uma YZR-M1 do ano.
 
Aos 41 anos, Rossi não sabe se vai seguir correndo. O italiano já disse várias vezes que quer avaliar suas performance antes de definir, mas reconheceu que os muitos adiamentos causados por conta da pandemia de coronavírus atrapalhou seus planos.
Valentino Rossi (Foto: Yamaha)
Paddockast #54
NO ANO DA DANÇA DAS CADEIRAS, QUEM DEVE FICAR SEM CONTRATO


Ouça:
Spotify | iTunes | Android | playerFM

Perguntado pelo site italiano ‘GPOne’ sobre quanto tempo Rossi vai precisar para poder definir o futuro na MotoGP, Massimo respondeu: “Para um piloto do calibre dele, acho que duas ou três corridas serão suficientes”. 
 
“Vale é uma pessoa muito inteligente, que imediatamente entende o próprio nível”, exaltou.
 
O dirigente, aliás, afirmou que Rossi escondeu o jogo durante os testes da pré-temporada e garantiu que o multicampeão modificará seu estilo de pilotagem se julgar necessário. 
 
“Vale não mostrou seu verdadeiro potencial, ele preferiu manter alguma margem”, contou Meregalli. “As indicações dele foram certamente positivas e, no fim do teste, ele estava satisfeito. Infelizmente, ele mais uma vez sofreu com o desgaste do pneu traseiro, mas esse foi um aspecto que só apareceu no Catar, já que na Malásia e na Espanha as sensações foram diferentes”, seguiu.
 
“Obviamente, nós temos de entender de onde vem o problema, apesar de o estilo dele ser diferente de Maverick [Viñales] e Fabio [Quartararo]. Consequentemente, ele estressa mais o pneu”, apontou. “Estou convencido de que a Yamaha vai trabalhar para colocar Vale na melhor situação e ele fará o mesmo, talvez mudando parcialmente seu estilo de pilotagem, o que ele já fez no passado, mostrando que isso não é um problema”, concluiu.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.