Chuva ajuda, e Hayden coloca Ducati na ponta da tabela de tempos no primeiro treino livre em Valência

Com o asfalto molhado pela chuva, Nicky Hayden conseguiu um bom desempenho com a GP12 e comandou o primeiro treino livre em Valência

►Confira as melhores imagens do Mundial de Motovelocidade em Valência

O treino da MotoGP foi marcado por uma insistente chuva em Valência. Assim que a sessão começou, a garoa se intensificou e provocou uma ligeira mudança nos tradicionais ponteiros, com os pilotos CRT andando entre os primeiros colocados.

Dani Pedrosa mostrou força e liderou parte da atividade, mas acabou batido por Nicky Hayden nos minutos finais. O campeão de 2006 aproveitou o bom desempenho da GP12 no asfalto molhado, cravou 1min44s485 e ficou com a melhor marca da manhã desta sexta-feira (9). O espanhol da Honda foi o segundo mais rápido, 1s005 atrás do norte-americano. Jorge Lorenzo completa o top-3.

GP12 apresenta um rendimento melhor na chuva (Foto: MotoGP)

Andrea Dovizioso conseguiu bater o tempo de Álvaro Bautista no último giro e ficou com o quarto posto, 1s536 atrás de Hayden. Aleix Espargaró foi o melhor entre os pilotos CRT e ficou com a sexta posição.

Valentino Rossi aparece com o sétimo tempo, sequido por Cal Crutchlow e Randy De Puniet. Casey Stoner completa a relação dos dez primeiros colocados.


 

Saiba como foi o primeiro treino desta sexta:
 
Pedrosa começou a atividade na ponta, seguido por Espargaró, De Puniet e Bautista. Ainda nos primeiros minutos da sessão, a chuva se intensificou em Valência, molhando ainda mais o asfalto. 
 
De Puniet assumiu a ponta com 1min50s536, mas logo perdeu a posição para Pedrosa. Espargaró mantinha o terceiro posto, à frente de Rossi, Bautista, Lorenzo, Crutchlow, Nakasuga, Hayden e Roberto Rolfo.
 
Na sequência, Rossi tomou a frente ao anotar 1min49s948. Pedrosa logo recuperou a liderança e impôs uma vantagem de 1s297 para Valentino. Hayden também conseguiu melhorar sua marca e se instalou à frente do companheiro de Ducati.
 
Espargaró melhorou e subiu para terceiro, mas logo perdeu a posição para Rossi. Crutchlow baixou para 1min48s361 e assumiu a terceira posição, seguido por Espargaró, Rossi, De Puniet, Stoner, Dovizioso, Danilo Petrucci, Héctor Barberá, Bautista, Stefan Bradl, Iván Silva e James Ellison.
Pedrosa ficou mais de 1s atrás da marca de Hayden (Foto: MotoGP)
Faltando pouco mais de 25 minutos para o fim, Hayden cravou 1min46s785 e assumiu a liderança da atividade com 0s087 de vantagem para Pedrosa.
 
Depois de um longo período nos boxes da Yamaha, Lorenzo voltou à pista para se instalar no quinto posto, à frente de De Puniet e Rossi. Nakasuga vinha em oitavo, seguido por Petrucci e Stoner. 
 
Perto da marca de 15 minutos para o fim, Pedrosa cravou 1min45s758 e tomou a ponta da tabela de Hayden por uma diferença de 0s517. Dani tratou logo de baixar sua marca e abriu 0s785 de vantagem para Nicky. Crutchlow vinha em terceiro, à frente de De Puniet, Rossi, Lorenzo, Dovizioso, Stoner, Espargaró e Nakasuga.
 
Com menos de um minuto para o fim, Lorenzo anotou 1min46s269 e subiu ao segundo posto. Hayden reagiu na sequência, baixou para 1min45s130 e tomou a ponta.

MotoGP, GP de Valência, Ricardo Tormo, 1º Treino Livre:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube