Chuva atrapalha, e Bautista anota melhor marca no primeiro dia de testes coletivos em Valência

Álvaro Bautista anotou a melhor marca no primeiro dia de testes em Valência. Com 1min35s936, espanhol ficou à frente de Stefan Bradl e Andrea Dovizioso. Valentino Rossi testou a Yamaha, mas equipe decidiu embalar suas coisas e completar programa em Aragón

 

► Diretor do GP da Argentina garante que prova será confirmada com homologação da pista
► Confira as melhores imagens do primeiro dia de testes em Valência

A MotoGP iniciou a temporada de 2013 nesta terça-feira (13) em Valência, com o primeiro dia de testes coletivos com os protótipos do ano que vem. As atividades, entretanto, foram marcadas pela chuva, que acabou mantendo a maior parte dos pilotos dentro dos boxes. 

 
Grande atração do dia, Valentino Rossi foi para a pista com sua M1 apenas dez minutos após a abertura da pista, mas a chuva chegou na sequência e acabou levando o italiano de volta para os boxes.
Gresini estreou nova pintura nesta terça-feira em Valência (Foto: MotoGP)

Com o piso molhado, as primeiras horas foram pouco movimentadas e parte dos pilotos que saíram das garagens, só o fizeram quando a chuva apertou.

A melhor marca do dia ficou com Álvaro Bautista, que aproveitou os poucos momentos de pista seca na Espanha. O espanhol, que estreia um novo patrocinador e uma nova cor na moto da Gresini, anotou 1min35s936 em seu melhor giro, 0s262 mais rápido que Stefan Bradl, que não quis arriscar a moto nova e usou a deste ano. 

 
Novo piloto da Ducati, Andrea Dovizioso também foi para a pista para experimentar a Desmosedici e ficou com o terceiro tempo, 3s932 atrás de Bautista. 
 
Hiroshi Aoyama, que será titular da Avintia em 2013, cravou 1min42s239, 6s303 atrás do líder. Nicky Hayden, que foi o mais rápido com o piso efetivamente molhado, aparece na sequência, 6s635 atrás de Bautista.
Rossi se mostrou animado em seu primeiro teste no retorno à Yamaha (Foto: MotoGP)

Rossi foi um dos que mais rodou e completou 28 voltas no circuito Ricardo Tormo. O italiano fez sua melhor marca em 1min43s736 e ficou com o sexto posto, 7s800 atrás de Bautista. Jorge Lorenzo não deixou os boxes nesta terça-feira e a Yamaha optou por deixar o circuito de Valência e se dirigir para Aragón. A equipe quer testar com pista seca e vai se juntar a algumas equipes do Mundial de Superbike no Motorland. 

Michele Pirro, que foi contratado como piloto de testes da Ducati, fez o sétimo tempo vestindo as cores da Pramac, no lugar de Ben Spies, que segue lesionado. Andrea Iannone, segundo piloto do time, não foi para a pista. 

Claudio Corti, da Forward, ficou em oitavo, à frente de Randy De Puniet. Aleix Espargaró, campeão de 2012 entre as CRT, anotou 1min46s060 e ficou com o décimo melhor tempo. 

A outra estrela do dia era Marc Márquez, mas não foi desta vez que o espanhol testou a RC213V. A equipe optou por esperar a pista secar e o jovem acabou não saindo dos boxes. O mesmo aconteceu com Dani Pedrosa, que tinha programado uma comparação entre o protótipo deste ano e o de 2013.

A dupla da Tech 3 também não deixou os boxes. Bradley Smith, que também chega da Moto2, aproveitou o dia para se familiarizar com a equipe e com a moto, que rodou mais cedo nas mãos de Loris Capirossi, que se aposentou no fim do ano passado.
 
Os testes continuam nesta quarta-feira, mas a expectativa é de mais chuva. 

MotoGP, Valência, Teste coletivo, Dia 1:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube