MotoGP
21/10/2012 09:14 - Atualizada 21/10/2012 11:29

Chuva paralisa prova, causa impasse, mas Pedrosa vence 3ª seguida com Lorenzo em segundo

Assim como aconteceu na Moto2, a etapa da Malásia da MotoGP foi encerrada mais cedo por conta do asfalto molhado. Daniel Pedrosa ficou com a vitória, com Jorge Lorenzo em segundo e Casey Stoner em terceiro
Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
 (Foto: Repsol)

►Confira a classificação da MotoGP após a etapa da Malásia
►Veja as melhores imagens deste domingo de Mundial de Motovelocidade em Sepang

A chuva não deu trégua em Sepang e provocou o fim antecipado do GP da Malásia. Com a bandeira vermelha, a direção de prova validou o resultado da 13ª das 20 voltas programadas e a vitória ficou com Daniel Pedrosa. Jorge Lorenzo e Casey Stoner completam o top-3.

A Honda de Pedrosa ficou visivelmente contrariada com a decisão da direção de prova. Isso porque, após ser ultrapassado por Dani, Lorenzo diminuiu ritmo e permitiu a aproximação de Stoner. Após conseguir evitar uma queda, o espanhol sinalizou pedindo a interrupção da corrida, que foi paralisada.



Stoner voltou ao pódio após lesão em Indianápolis (Foto: MotoGP)

A equipe nipônica protestou, já que havia uma dúvida se o número de voltas completadas seria o suficiente para validar a pontuação completa para os pilotos. A direção de prova anunciou que a corrida seria reiniciada para a realização das últimas sete voltas se o clima melhorasse. O clima só piorou e a organização decidiu não reiniciar a disputa, validando os pontos totais.

Pedrosa ficou com a vitoria, a sua terceira seguida, por 3s774 de vantagem para Lorenzo. Stoner foi o terceiro, à frente de Nicky Hayden e Valentino Rossi. Álvaro Bautista ficou com o sexto posto, com Hector Barberá em sétimo e Aleix Espargaró em oitavo. James Ellison e Karel Abraham completam o top-10.

 

Saiba como foi a prova da MotoGP neste domingo:
 
Lorenzo saiu bem e manteve a ponta, Pedrosa seguiu em segundo, com Stoner assumindo o terceiro posto. Rossi também saiu bem e assumiu a quinta colocação, atrás de Bradl. 
 
Enquanto Lorenzo e Pedrosa escapavam na ponta, Rossi passou Bradl e assumiu o quarto posto. Mais atrás, Spies e Hayden dividiram a curva, com o piloto da Yamaha levando a melhor. 
 
Dovizioso conseguiu alcançar Bradl e passou o germânico, indo buscar Rossi. Mais rápido, o piloto da Tech 3 passou o rival italiano e foi em busca de Stoner. 
 
Na liderança, Pedrosa conseguia acompanhar o ritmo de Lorenzo e seguia buscando uma nova vitória. Mais atrás, Hayden disputava a sexta posição com Bradl, com o piloto da LCR conseguindo se defender.
 
Com 13 voltas para o fim, Stoner, Dovizioso e Rossi andavam no mesmo ritmo, brigando pelo terceiro posto. 
 
No giro seguinte, Spies sofreu uma queda em Sepang e ficou no chão visivelmente com dores. O norte-americano foi levado ao centro médico com suspeita de uma lesão no ombro esquerdo. Mais atrás, Rossi caiu para nono, atrás de Bradl e à frente de Espargaró. 
 
Dovizioso também foi para o chão após escorregar no asfalto molhado da Malásia. 
 
Faltando 11 voltas para o fim, Pedrosa assumiu a ponta. No giro seguinte, Colin Edwards deixou a pista e foi para os boxes da Forward. Quem também abandonou foi Cal Crutchlow, que saiu ileso do acidente. No mesmo ponto, Randy De Puniet também caiu e deixou a prova. Bradl caiu na sequência enquanto disputava posição com Rossi e deixou a corrida. Iván Silva abandonou também depois de uma queda.
 
Rossi conseguiu passar Bautista e assumiu a quinta posição, perseguido de perto pelo piloto da Gresini. 
 
Faltando sete voltas para o fim, Lorenzo começou a sinalizar pedindo o fim da prova por conta das condições do asfalto. O pedido do espanhol foi atendido e a prova foi paralisada na 14ª das 20 voltas programadas.
 
A Honda protestou da paralisação por conta da aproximação de Stoner ao Lorenzo. A direção de prova informou, então, que a corrida poderia ser reiniciada para a realização das sete voltas finais se a condição climática melhorasse. Com a chuva aumentando, a corrida foi definitivamente encerrada.

MotoGP, GP da Malásia, Sepang, Final: