Com Covid-19, chefe da Aprilia começa a ser retirado do coma induzido

Fausto Gresini está hospitalizado há alguns dias, mas informação do coma induzido foi divulgada apenas nesta sexta-feira (1º). Segundo comunicado, ele já começou a ser despertado

Fausto Gresini, dono da Gresini e chefe de equipe da Aprilia na MotoGP, foi colocado em coma induzido após chegar ao hospital em Bolonha, na Itália, no último dia 30 de dezembro, com diagnóstico de Covid-19. Gresini já começou, entretanto, a ser despertado pela equipe médica. A informação chegou na noite desta sexta-feira (1º), por meio de comunicado da equipe.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Gresini completa 60 anos no fim do mês de janeiro. O ex-piloto testou positivo e foi hospitalizado inicialmente em Ímola, no dia 27 de dezembro, antes de ser encaminhado para Bolonha, três dias depois.

A chegada a Bolonha era a última informação que havia, ainda sem nada sobre coma induzido. Por meio de comunicado de imprensa, a Gresini revelou não apenas que o fundador da equipe foi colocado em coma, mas também que já está sendo retirado dele.

Gresini testou positivo na véspera de Natal (Foto: Aprilia)

“As condições de Fausto Gresini – que foi transportado ao Hospital Carlo Alberto Pizzardi, em Bolonha, em 30 de dezembro – estão melhorando levemente. Após a chegada ao hospital, na UTI, com níveis de saturação de oxigênio no sangue muito baixos, o chefe de equipe da Gresini foi induzido a um coma farmacológico e recebeu intubação endotraqueal para ajudar na oxigenação dos órgãos”, disse.

“Durante as últimas horas, por conta de condições gerais estáveis e que estão melhorando, os médicos decidiram começar o processo lento de despertar o paciente para permitir a ventilação independente dos pulmões. Novas atualizações seguirão”, encerrou.

No Mundial de Motovelocidade, Gresini não foi o único a ter se infectado com a doença. Valentino Rossi perdeu a rodada dupla em Aragão por ter dado positivo para Covid-19, enquanto Iker Lecuona ficou fora das últimas duas etapas do calendário pelo mesmo motivo. Na Moto2, Jorge Martín também ficou doente e perdeu duas corridas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube