MotoGP

Com grid repaginado, MotoGP dá pontapé inicial na temporada 2019 com teste coletivo em Valência

Mal acaba um e já começa outro campeonato. Nesta terça-feira (20), a MotoGP dá o pontapé inicial na temporada 2019 com uma bateria de dois dias de testes coletivos em Valência
Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
 Andrea Iannone vai defender a Aprilia em 2019 (Foto: Circuito Ricardo Tormo)
Seguindo a tradição, os pilotos mal tiveram tempo de descansar após o encerramento do campeonato. Nesta terça-feira (20), a MotoGP dá o pontapé inicial na temporada 2019 com uma bateria de dois dias de testes coletivos no circuito Ricardo Tormo. E a classe rainha do Mundial de Motovelocidade vem aí cheia de novidades.
 
Sem nenhuma grande novidade técnica, a principal novidade para 2019 é mesmo proveniente da dança das cadeiras. Dos seis times de fábrica, apenas a Yamaha manteve seus titulares: Valentino Rossi e Maverick Viñales.
 
A mudança mais chamativa, porém, aconteceu na garagem da Honda. Dani Pedrosa se aposentou e Jorge Lorenzo deixou a Ducati após dois anos para formar par com Marc Márquez. No total, são 12 títulos reunidos em um único box.
 
Com a saída do #99, a casa de Bolonha convocou Danilo Petrucci para formar par com Andrea Dovizioso, uma espécie de recompensa pelo trabalho feito pelo #9 nos últimos anos.
 
A Suzuki, por sua vez, optou por não renovar com Andrea Iannone e vai alinhar no grid de 2019 com um novato: Joan Mir chega à classe rainha depois de apenas um ano na Moto2 para formar par com Álex Rins. E o #36 já teve o primeiro contato com a GSX-RR em uma atividade privada em Motegi.
 
O #29, então, fez as malas e partiu para a Aprilia, tomando o lugar de Scott Redding, que foi para o Campeonato Britânico de Superbike depois de pular de galho em galho na MotoGP. Aleix Espargaró segue com a casa de Noale, que agora contará com Bradley Smith no posto de piloto de testes.
 
O #38, por sinal, deu lugar a Johann Zarco na KTM, que conseguiu um sonhado lugar em um time de fábrica depois de chamar atenção em uma equipe satélite da Yamaha. O francês vai formar dupla com Pol Espargaró, que entrou para a história no último domingo ao se tornar o primeiro piloto a subir no pódio da MotoGP com o protótipo austríaco.
 
A Tech3, aliás, tem aparece bastante repaginada, já que após duas décadas de parceria com a Yamaha, passa a ser uma equipe satélite da KTM. Hafizh Syahrin manteve a vaga no time, mas agora em parceria com o estreante Miguel Oliveira.
 
A Pramac também tem novidades para 2019. Com a saída de Petrucci, Jack Miller ganha um novo status na Ducati e passa a contar com a mesma moto do time oficial, assim como já acontecia com o #9. O australiano será companheiro de Francesco Bagnaia, o campeão de 2018 da Moto2.
 
O último dos quatro novatos é Fabio Quartararo, que vai correr pela igualmente nova SIC. A equipe malaia assume a vaga da Ángel Nieto no grid e passa a ser satélite da Yamaha. O time conta, ainda, com Franco Morbidelli, que vai começar o ano com uma YZR-M1 igual à de Rossi e Viñales.
 
As mudanças também atingem a Avintia, que passa a contar com Karel Abraham como parceiro de Tito Rabat. Xavier Siméon partiu para a Copa do Mundo de MotoE. Na LCR, Takaaki Nakagami segue ao lado de Cal Crutchlow, mas o britânico dá lugar a Stefan Bradl neste teste, já que ainda se recupera de fraturas no tornozelo.
 
Embora não tenha novidades entre seus titulares ― com exceção de mudança de Viñales de #25 para #12 ―, a Yamaha conta com um novo piloto de testes: Jonas Folger. Além do germânico, o time de testes de 2019 conta ainda com Michele Pirro, que segue com a Ducati. Pedrosa passa a integrar a KTM, mas não estará na pista nesta primeira atividade.
 
A pista do circuito Ricardo Tormo fica aberta entre das 7h às 14h (de Brasília) nos dois dias de atividades.

MotoGP 2018, Valência, Teste coletivo:

1 A DOVIZIOSO Ducati
2 J ZARCO KTM
3 D PETRUCCI Ducati
4 M VIÑALES Yamaha
5 K ABRAHAM Avintia Ducati
6 F QUARTARARO SIC Yamaha
7 F MORBIDELLI SIC Yamaha
8 A IANNONE Aprilia Gresini
9 T NAKAGAMI LCR Honda
10 C CRUTCHLOW LCR Honda
11 J MIR Suzuki
12 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini
13 A RINS Suzuki
14 J MILLER Pramac Ducati
15 P ESPARGARÓ KTM
16 V ROSSI Yamaha
17 T RABAT Avintia Ducati
18 H SYAHRIN Tech3 KTM
19 F BAGNAIA Pramac Ducati
20 M OLIVEIRA Tech3 KTM
21 M MÁRQUEZ Honda
22 J LORENZO Honda
23 J FOLGER Yamaha
24 M PIRRO Ducati
25 B SMITH Aprilia Gresini