Com Kallio e De Puniet, KTM dá sequência ao desenvolvimento da RC16 com novo teste no circuito de Valência

Preparando entrada na MotoGP, a KTM deu sequência ao processo de desenvolvimento da RC16 com mais um teste no circuito Ricardo Tormo. Desta vez, Mika Kallio e Randy de Puniet foram os responsáveis por rodar em Valência

A KTM segue empenhada nos preparativos para sua entrada na MotoGP em 2017. Na quarta-feira (9), a marca austríaca completou uma nova bateria de três dias de testes no circuito Ricardo Tormo. Desta vez, Mika Kallio e Randy de Puniet foram os responsáveis por guiar o protótipo em Valência.
 
Ao longo dos três dias, a KTM enfrentou condições mistas, com chuva, sol e vento forte, respectivamente. Ainda assim, a fábrica laranja deixa a Espanha confiante na evolução do protótipo.
Randy de Puniet e Mika Kallio testaram pela KTM em Valência (Foto: Philip Platzer/KTM)
Consultor do time e agora vice-presidente para assuntos on-road, Mike Leitner destacou o bom trabalho feito pela equipe da KTM ao longo do teste e afirmou que a RC16 deu um bom passo em relação ao teste feito em Valência em novembro passado.
 
“Um grande elogio para os dois pilotos e todo crédito para o time, que fez um trabalho extremamente bom ao longo desses três dias em condições muito diferentes e difíceis”, disse Leitner. “Apesar de tudo isso, nós conseguimos fazer muitos testes e trabalhar em várias direções. O feedback similar de Mika e Randy nos coloca na direção certa de como precisamos seguir trabalhando para a próxima rodada de testes”, continuou.
 
“O time, mais uma vez, progrediu na área da eletrônica, nós conseguimos um melhor entendimento dos pneus e acertamos a moto de acordo”, indicou. “No que diz respeito à performance, nós conseguimos dar um claro passo em comparação com o teste que fizemos aqui em novembro do ano passado”, avaliou.
 
Piloto de testes do time, Kallio contou que está ficando cada vez mais confortável na RC16, mas ainda vai com calma para a pista, encontrando o limite da moto aos poucos.
 
“No que diz respeito ao feeling, nós descobrimos alguns problemas importantes no último dia, quando trabalhamos na dianteira e no equilíbrio da moto”, contou. “Além disso, também é positivo a forma como a eletrônica está trabalhando e, apesar de termos perdido mais de um dia por conta do clima, conseguimos marcar todos os pontos do nosso plano”, frisou.
RC16 vai entrar na MotoGP em 2017 (Foto: Philip Platzer/KTM)
“Estou me sentindo mais e mais confortável na moto e apesar de ainda estarmos pegando leve na pista, passo a passo nós estamos trabalhando em direção ao limite”, explicou.
 
Recém-contratado pelos austríacos, De Puniet lamentou que tenha completado poucas voltas, mas destacou a importância do trabalho em Valência.
 
“Para mim, este foi um teste importante. Estou feliz com a moto e nós fomos capazes de testar muitas peças novas”, comentou. “Infelizmente, por conta das condições climáticas e outras coisas que testamos, fiz menos voltas que o Mika. Mas com a experiência que nós dois reunimos, poderemos começar ainda melhor no próximo teste”, completou.
 
O próximo teste com a RC16 está agendado para o fim de abril. Nesse meio tempo, a KTM quer analisar os dados coletados para trabalhar em novas atualizações para o protótipo.
VEJA A EDIÇÃO #19 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA STOCK CAR, F1, INDY E F-E

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube