MotoGP

Com novo asfalto em Jerez, Michelin amplia oferta e leva pneus extras para GP da Espanha deste fim de semana

Sem testar no novo asfalto de Jerez de la Frontera, a Michelin decidiu se prevenir e vai levar quatro opções diferentes de compostos dianteiros e traseiros para o GP da Espanha deste fim de semana. Além dos tradicionais macios, médios e duros, os pilotos terão uma opção extra do calçado mais resistente

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Resultado de imagem para emoticon relógio Confira os horários do GP da Espanha de MotoGP

A Michelin decidiu levar uma gama mais ampla de pneus para o GP da Espanha de MotoGP deste fim de semana. Por conta das obras feitas no traçado desde o último teste da categoria, a marca francesa optou por complementar a alocação de compostos para a chegada do Mundial à Europa.
 
O circuito andaluz passou por obras para reparar problemas resultantes do recape do ano passado. Grandes trechos da pista foram novamente asfaltados, o que impacta diretamente nas condições do traçado.
 
Sem chance de testar o novo asfalto do circuito de 4.423 metros, a Michelin preparou uma gama de opções mais ampla. Além dos tradicionais slicks macios, médios e duros, os franceses vão levar para Jerez mais uma opção de pneu duro, tanto para a dianteira quanto para a traseira.
Michelin vai levar pneus extras para Jerez (Foto: Michelin)
Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #15: Você manja mais de Fórmula 1 do que Flavio Gomes?



 Ouça no Spotify
 Ouça no iTunes
 Ouça no Android
 Ouça no playerFM

Enquanto os calçados dianteiros são todos simétricos, os pneus traseiros vêm em configuração assimétrica, com a borracha mais dura do lado direito para liderar com as oito curvas a direita conta as cinco para a esquerda.
 
Em caso de chuva, os pilotos poderão escolher entre os pneus macios e médios, com os traseiros também em versão assimétrica. 
 
“Este fim de semana é outro grande teste para nós e ecoa nosso retorno à MotoGP em 2016”, disse Piero Taramasso, chefe da divisão de esporte a motor em duas rodas da Michelin. “Naquela época, nós estávamos indo para muitas pistas das quais não tínhamos dados e este fim de semana é parecido, já que a pista teve muito recape desde que testamos lá em novembro passado”, seguiu.
 
“Por causa disso, nós somos autorizados pelo regulamento a levar quatro especificações de pneus slicks dianteiros e quatro de traseiros, então escolhemos uma gama que acreditamos que será idealmente adequada ao asfalto do circuito baseados nas informações que temos do ano passado, do que recebemos da companhia que fez o trabalho e do circuito”, explicou. “Nós estamos confiantes de que temos os compostos certos para a nova superfície e estamos ansiosos para correr na Europa depois de um começo agitado de temporada com dois testes e três corridas em outros continentes”, concluiu.
 
O GP da Espanha de MotoGP está marcado para o domingo, às 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.