Confirmado na Gresini, Bastianini fala em “modificar algo no contrato” com Ducati

O italiano é contratado diretamente pela fábrica de Bolonha, mas evitou detalhes do que quer modificar. Bastianini voltará a formar dupla com Fabio Di Giannantonio na equipe de Fausto Gresini

Vitória dominante de Oliveira e líder punido: assista aos melhores momentos do GP da Catalunha (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Mesmo confirmado na Gresini para a temporada 2022 da MotoGP, Enea Bastianini ainda quer um ajuste no contrato para o próximo ano. O acerto do italiano é diretamente com a Ducati, que vai fornecer as motos da equipe fundada por Fausto Gresini.

Apesar da morte de Fausto no início do ano, vítima da Covid-19, Nadia Padovani, viúva do ex-piloto, decidiu tocar o projeto de voltar a ser uma equipe privada na MotoGP ― hoje os italianos abrigam a Aprilia na classe rainha ― e confirmou na quinta-feira (18) o acordo com a Ducati, que começou a ser negociando no ano passado, ainda por Fausto.

FATOS E CURIOSIDADES
⇝ GP da Alemanha de MotoGP

Enea Bastianini vai defender a Gresini em 2022 (Foto: Avintia)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Hoje na Avintia, Bastianini foi confirmado na equipe ao lado de Fabio Di Giannantonio, mas ainda quer negociar aspectos do contrato com a casa de Borgo Panigale.

“A Gresini assinou com a Ducati, e a Ducati me confirmou, mas agora eu preciso conversar com a Ducati nesta semana, pois temos de modificar algo no contrato”, disse Bastianini, sem entrar em detalhes. “Tem uma parte do contrato que temos de modificar, mas estou confiante. Só que no momento, não é definitivo”, seguiu.

Hoje, Bastianini conta com uma Ducati defasada, de 2019. No próximo ano, a Gresini vai usar protótipos já com um ano, mas Enea indicou que a questão não é a GP22.

Bastianini, aliás, chega em Sachsenring ainda em recuperação de uma lesão no ombro que sofreu na Itália.

“Foi estranho pilotar a moto em Barcelona, pois depois de três ou quatro voltas, estava muito cansado e sem força no braço esquerdo. A minha sensação é melhor do que na semana passada. A dor era muito forte e trabalhei bastante com o meu fisioterapeuta e também na piscina, pois tinha [um problema com] o osso e agora está melhor. Veremos amanhã com a moto da MotoGP”, concluiu.

A largada do GP da Alemanha, oitava etapa da temporada 2021, está marcada para as 9h (de Brasília). Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar