Cortese bate Khairuddin nos metros finais, vence pela quarta vez no ano e garante título de 2012 da Moto3

Sandro Cortese fechou o Mundial de 2012 com chave de ouro ao garantir o título da história da categoria com uma vitória na Malásia. ZulFahmi Khairuddin e Jonas Folger completam o pódio

►Veja as melhores imagens deste domingo de Mundial de Motovelocidade em Sepang

Sandro Cortese faturou seu primeiro título no Mundial de Motovelocidade neste domingo (21) com direito ao degrau mais alto do pódio malaio. O alemão bateu ZulFahmi Khairuddin nos metros finais da prova de Sepang e assegurou seu quarto triunfo na temporada de 2012.

A disputa em Sepang começou com Khairuddin na pole, mas Jonas Folger assumiu a liderança ainda nos metros iniciais. O piloto da Aspar dominou a parte inicial da corrida, mas sempre pressionado pelo dono da casa.

Khairuddin conseguiu passar e deixou Folger para se defender dos ataques de Cortese. Sandro logo conseguiu a ultrapassagem e passou a seguir o malaio. Nos metros finais, Cortese atacou e garantiu o triunfo na Malásia.

 

Cortese conquistou seu primeio Mundial neste domingo (Foto: MotoGP)

Luis Salom, o único com chances de adiar a conquista de Cortese, não conseguiu mostrar um desempenho de destaque e ficou com o quarto posto após passar Miguel Oliveira nas últimas voltas. Danny Kent ficou em sexto, seguido por Álex Rins, Éfren Vázquez, Niklas Ajo e Adrian Martin.

O triunfo de Cortese no primeiro ano da Moto3 reforça a importância da consistência no Mundial de Motovelocidade. Se valendo de uma regularidade incrível, Sandro conquistou quatro vitórias, quatro segundos lugares e cinco terceiros, ficando fora do pódio da Moto3 em apenas duas oportunidades.

Cortese fez sua primeira prova no Mundial em 2005, mas nunca teve resultados muito expressivos. A melhor colocação do germânico em todos estes anos foi um quarto lugar no Mundial do ano passado. 

A primeira chance de garantir seu primeiro título Mundial veio no Japão, mas o germânico errou e caiu, adiando a conquista para a prova da Malásia. Com Maverick Viñales abandonando o campeonato, Salom era o único capaz de impedir o trinfo do piloto da Red Bull KTM Ajo, mas precisava vencer e torcer para Sandro ficar fora do pódio.

Sem um bom desempenho, Salom não teve chance de brigar pela vitória e viu Cortese sagrar-se campeão com duas provas de antecedência.
 

Saiba como foi a corrida da Moto3 neste domingo:
 
Khairuddin largou na ponta e conseguiu manter a posição nos primeiros metros, mas logo foi ultrapassado por Folger. Vázquez vinha em terceiro, à frente de Cortese.
 
Éfren passou o malaio, que logo respondeu e recuperou a posição. Cortese também conseguiu ganhar uma posição e assumiu o terceiro posto. 
 
Salom, que saiu em décimo por conta de uma punição resultante de um acidente no GP do Japão, já aparecia em sexto após uma volta.
Khairuddin levou os malaios a loucura na prova deste domingo (Foto: MotoGP)
Na ponta, Rossi conseguiu passar Vázquez e assumiu o terceiro posto. Khairuddin tentou atacar Folger na abertura do segundo giro, mas o germânico defendeu e manteve a liderança. Na sequência, o francês passou Sandro, que recuperou a posição em seguida.
 
Salom logo conseguiu chegar em Rossi e passou a pressionar o francês pelo quarto posto. 
 
Com 13 voltas para o fim, Rossi pressionava Cortese, mas errou e caiu. O francês, entretanto, não se feriu. Com o acidente do piloro do Team Germany, Salom se instalou logo atrás de Sandro. 
 
Na ponta, Folger seguia liderando e já tinha 0s162 de vantagem para Khairuddin. Cortese vinha em terceiro, seguido por Salom, Rins, Kent e Oliveira. 
 
Faltando dez voltas para o fim, Salom passou Cortese e assumiu o terceiro lugar, resultando que ainda não era suficiente para adiar o título de Cortese.  No giro seguinte, Sandro conseguiu recuperar a posição. 
 
Com nove voltas para o fim, as primeiras bandeiras anunciavam a chegada da chuva no circuito de Sepang. Folger seguia liderando, mas era pressionado por Khairuddin e Cortese, que vinha logo atrás.
Folger dominou a primeira parte da prova na Malásia (Foto: MotoGP)
Na passagem seguinte, Khairuddin levou os malaios a loucura ao passar Folger e assumir a ponta. Jonas respondeu, mas ZulFahmi conseguiu dar o troco. O malaio errou na sequência e perdeu a ponta, mas aproveitou a força da KTM para passar Folger na reta e recuperar a liderança.
 
Folger colocou por fora e passou, mas levou o troco na sequência. Jonas reagiu e retomou a frente. A liderança do piloto da Aspar, entretanto, não durou, já que o dono da casa voltou a fazer valer sua força.
 
Mais atrás, Oliveira passou Salom e assumiu o quarto posto. Na ponta, ZulFahmi conseguiu abrir uma pequena vantagem, enquanto Cortese conseguiu passar Folger e assumiu o segundo posto.
 
Cortese passou a pressionar Khairuddin, mas próximo de conquistar seu primeiro Mundial, preferiu não arriscar excessivamente. Nos metros finais da disputa, Cortese passou e assumiu a ponta, mas Khairuddin conseguiu passar. Cortese respondeu e garantiu seu primeiro título Mundial com uma vitória.
O campeão
 
Nascido em 6 de janeiro de 1990, em Ochsenhausen, na Alemanha, Cortese estreou no Mundial de Motovelocidade em 2005 na extinta 125cc. O alemão com descendência italiana disputou sua primeira temporada com equipamento Honda e somou oitos pontos, terminando o ano com o 26º posto na classificação. 
 
No ano seguinte, também de Honda, chegou aos 27 pontos e ficou em 17º, ganhando outras três posições na classificação das125cc no ano seguinte, sua estreia com a Aprilia. 
Ano que vem, Cortese fará sua estreia na Moto2 (Foto: KTM/ Gold and Goose)
Em 2008, também de Aprilia, Sandro começou a ter performances mais consistentes e fechou o ano em oitavo. Na temporada seguinte, o piloto se juntou a Derbi e foi o sexto colocado no campeonato, tendo conquistado seu primeiro pódio – um terceiro lugar – já na prova de abertura do Mundial, no Catar. 
 
Sétimo em 2010 também com a Derbi, o germânico voltou a usar equipamento Aprilia no ano passado, quando conquistou sua primeira vitória no Mundial na República Tcheca, mas só com a estreia no time de fábrica da KTM que Cortese passou a ser um forte candidato ao título. 
 
Em 2012, Sandro conquistou quatro vitórias, quatro segundos lugares e outros cinco terceiros, ficando fora do pódio em apenas duas ocasiões. Com o resultado, Cortese chegou aos 280 pontos, 73 a mais que Salom e 81 de vantagem para Viñales. Com apenas 50 pontos ainda em disputa, o germânico entrou para história como o primeiro campeão da Moto3 com duas etapas de antecedência.
 

Moto3, GP da Malásia, Sepang, Final:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube