Crutchlow acusa Ducati de mentir e não descarta mudança para Mundial de Superbike

Cal Crutchlow acusou a Ducati de mentir para ele oferecendo uma moto no time de fábrica. Italianos agora consideram promover Andrea Dovizioso ao posto de companheiro de Nicky Hayden. Com poucas opções, britânico pensa em migrar para o Mundial de Superbike

A Ducati chegou a admitir que negociava com Cal Crutchlow uma vaga no time fábrica, mas a saída de Valentino Rossi modificou as coisas em Borgo Panigale. O time vermelho optou por seguir com Nicky Hayden e agora avalia a contratação de Andrea Dovizioso para ajudar o norte-americano no desenvolvimento da Desmosedici.

Quem não ficou nada satisfeito com essa situação foi Crutchlow, que disparou contra a esquadra de Bolonha.
 

Crutchlow segue sem vaga definida para temporada de 2013 da MotoGP (Foto: Tech 3)


“Por três meses eles mentiram para mim e até mesmo em Laguna Seca eles me disseram que me dariam uma moto de fábrica. Depois disso, ninguém me procurou mais”, disse Crutchlow à imprensa italiana. “O comportamento da Ducati me irritou. Nós conversamos por três meses e todas as palavras não levaram a nada. No fim, mentiram para mim.”

Pelo Twitter, Cal também comentou a situação: “Sério, vocês podem parar de me perguntar sobre eu pilotando a moto vermelha… ela não está disponível. Então eu não vou pilotá-la…”

Com poucas opções, o britânico admitiu que pode permanecer na Tech 3 por mais uma temporada, mas se mostrou tentado a migrar para o Mundial de Superbike, onde poderia lutar pelo título.

“Talvez exista a chance de ficar na equipe com um apoio oficial, mas eu ainda estou esperando respostas”, explicou. “Permanecer na MotoGP para lutar pelo quinto ou sexto lugar ou ir para a Superbike onde posso lutar pelo título”, comentou. “Ainda não me decidi.”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube