Crutchlow surpreende e crava melhor tempo do dia final de testes da MotoGP em Jerez. Rossi é 2°

Cal Crutchlow superou os pilotos de fábrica da Yamaha e fechou na frente o último dia de treinos coletivos da MotoGP em Jerez de la Frontera. Valentino Rossi foi segundo, enquanto Stefan Bradl completou o top-3

A Yamaha deu mais uma demonstração de força nesta segunda-feira (25) em Jerez de la Frontera, pista que recebe a bateria final de testes da pré-temporada 2013 da MotoGP. E neste último dia de atividades, novamente marcado pelas intempéries, o topo da tabela de tempos viu de novo um piloto da marca nipônica, mas surpreendentemente nenhum da equipe de fábrica. Foi Cal Crutchlow, da satélite Tech3, o responsável por colocar o nome de Iwata na frente, com a marca de 1min39s511. O registro do inglês, de quebra, acabou sendo também o mais veloz dos três dias de treinos coletivos no sul da Espanha.

As imagens do último dia de testes da pré-temporada em Jerez
Cal Crutchlow foi mais rápido do dia em Jerez (Foto: Reprodução/Circuito de Jerez/Facebook)

Aí, sim, na segunda colocação surgiu um representante da fabricante japonesa: Valentino Rossi fechou o dia com 1min39s735, pouco mais de dois décimos mais lento que o britânico da negra moto #35 nipônica. O top-3 também viu outra moto satélite, mas da Honda. Stefan Bradl colocou o equipamento da LCR em terceiro, 0s464 de Crutchlow. O quarto lugar ficou com Jorge Lorenzo, logo à frente de Marc Márquez.

Saiba como foi o último dia de treinos coletivos da MotoGP em Jerez

Apesar da previsão de uma melhora significativa do tempo para essa segunda em Jerez, o que se acompanhou na pista espanhola foi bem diferente no início da manhã de hoje. O sol tímido das primeiras horas do dia deu lugar a um céu escuro, e a chuva voltou a ser protagonista e novamente atrapalhou os trabalhos de equipes e pilotos, que visam os preparativos para o campeonato 2013, que começa em duas semanas, no Catar.

Como os céus não deram trégua pela manhã, a movimentação foi pequena: apenas alguns pilotos com motos CRTs se arriscaram no asfalto molhado de Jerez, além dos competidores de times de fábrica, como Márquez, da Honda, e Nicky Hayden, da Ducati. Outros pilotos, como Dani Pedrosa, que sequer vestiu o macacão, acabou por encerrar sua participação na pré-temporada ainda na primeira parte das atividades. O espanhol também se queixava de uma incômoda dor no pescoço, que o persegue desde os treinos em Austin, no Texas.

Já Rossi, o mais rápido do domingo, Lorenzo Crutchlow, Bradl, Andrea Iannone, da Pramac, e dos dois titulares da Ducati, Andrea Dovizioso e Hayden, preferiram esperar até uma melhorar das condições climáticas e foram premiados. A chuva cessou no fim da tarde, o que tornou o treino mais agitado. Precisamente, os pilotos tiveram apenas uma e hora meio de pista seca. E os últimos minutos viram um ritmo quase de classificação.

Lorenzo, que na verdade se dedicava a uma simulação de corrida, surgiu na ponta da tabela, seguido pelo novato Marc Márquez, mas ambos foram logo superados por Chutchlow e, em seguida, por Valentino. Perto do fim da sessão, Bradl ainda subiu para terceiro, empurrando o bicampeão para quarto e o jovem catalão da Honda, que caiu sem maiores consequências nos últimos instantes do treino, para quinto. O inglês da Tech 3 ainda viraria 1min39s511 na fase final para se firmar na primeira colocação da tabela.

Valentino Rossi foi o segundo mais rápido nesta segunda-feira (Foto: Yamaha)

Iannone, mais uma vez, mostrou grande performance com a Ducati satélite da Pramac e fechou o dia em sétimo, pouco à frente de Hayden e Dovizioso. Michele Pirro, que assumiu posto de piloto de testes da marca italiana, obteve a nona colocação. O francês Randy de Puniet foi o melhor entre os pilotos de CRT e completou o top-10. Além de Pedrosa, o também espanhol Álvaro Bautista, com dores depois das fraturas adquiridas na queda de ontem, e o norte-americano Ben Spies não treinaram.

Agora, os pilotos e equipes arrumam as malas para a viagem até o Catar no início de abril, onde a temporada 2013 do Mundial terá início com a corrida noturna, na pista de Losail, no dia 7.

MotoGP, Jerez de la Frontera, Treinos coletivos, dia 3:

1 Cal CRUTCHLOW ING Tech 3 Yamaha   1:39.511  
2 Valentinto ROSSI ITA Yamaha   1:39.735 +0.224
3 Stefan BRADL ALE LCR Honda   1:39.975 +0.464
4 Jorge LORENZO ESP Yamaha   1:40.105 +0.594
5 Marc MÁRQUEZ ESP Honda   1:40.130 +0.619
6 Andrea IANNONE ITA Pramac Ducati   1:40.331 +0.820
7 Nicky HAYDEN EUA Ducati   1:40.370 +0.859
8 Andrea DOVIZIOSO ITA Ducati   1:40.516 +1.005
9 Michele PIRRO FRA Ducati   1:40.881 +1.370
10 Randy DE PUNIET FRA Aspar   1:40.971 +1.460
11 Bradley SMITH ING Tech 3 Yamaha   1:41.134 +1.623
12 Aleix ESPARGARÓ ESP Aspar   1:41.218 +1.707
13 Claudio CORTI ITA Forward   1:41.443 +1.932
14 Hiroshi AOYAMA JAP Avintia   1:41.772 +2.261
15 Lukas PESEK TCH Ioda   1:41.791 +2.280
16 Karel ABRAHAM TCH AB   1:41.791 +2.280
17 Yonny HERNANDEZ COL Paul Bird   1:42.363 +2.852
18 Danilo PETRUCCI ITA Ioda   1:42.428 +2.917
19 Michael LAVERTY ING Paul Bird   1:42.470 +2.959
20 Bryan STARING AUS Gresini Honda   1:43.525 +4.014
21 Colin EDWARDS EUA Forward   1:56.281 +16.770
22 Héctor BARBERÁ ESP Avintia   1:56.897 +17.386

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube