De olho na liderança do Mundial, Pedrosa espera reflexos positivos dos testes com RC213V

Daniel Pedrosa espera que os testes realizados em Brno e Aragón com a RC213V tenham reflexos positivos no desempenho em Misano. Espanhol ressaltou dificuldades com o traçado italiano, mas quer continuar reduzindo a vantagem de Jorge Lorenzo na liderança do Mundial

Daniel Pedrosa desembarca no circuito Marco Simoncelli neste fim de semana em grande forma após duas vitórias consecutivas que o aproximaram de Jorge Lorenzo na briga pelo título da temporada de 2012. Nos dias que antecedem a disputa, o espanhol ponderou que a pista italiana tem características difíceis e destacou a aderência como maior problema para a Honda.
 

Diferença entre Pedrosa e Lorenzo é de apenas 13 pontos (Foto: Repsol)


“Misano é uma pista difícil, bastante ondulada, com muitas freadas e aceleração”, avaliou. “O nível de aderência é sempre um desafio, porque muda muito entre a sessão da manhã e a da tarde. No passado, nossa moto foi bem instável lá, mas eu acho que este ano nós melhoramos isso”, continuou.

Dani afirmou que espera que os testes realizados em Brno e Aragón nas últimas semanas tenham reflexos positivos no desempenho da RC213V e o ajudem a seguir reduzindo a vantagem de Lorenzo, que agora é de 13 pontos.

“Espero que o trabalho que fizemos nos testes de Brno e Aragón com a suspensão e a eletrônica, possa nos ajudar a começar o fim de semana em Misano fortes”, falou. “Precisamos seguir trabalhando da mesma forma, focando na performance da nossa moto e na minha pilotagem para continuar reduzindo a diferença no Mundial”, concluiu.

O Grande Prêmio cobre 'in loco' neste fim de semana o GP de San Marino com Evelyn Guimarães.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube