Moreira foca em aprender mais na Moto3 e evita metas no campeonato 2022

Em entrevista exclusiva ao GRANDE PREMIUM, o brasileiro da MSi afirmou que se sente fisicamente melhor para a segunda metade do campeonato da Moto3 e fez um balanço positivo da temporada de estreia no Mundial

MOTOGP VOLTA DAS FÉRIAS COM DISPUTA ABERTA ENTRE QUARTARARO E ALEIX ESPARGARÓ

Diogo Moreira vai encarar a segunda metade da temporada 2022 da Moto3 disposto a aprender mais e mais. O piloto brasileiro de 18 anos quer usar as últimas nove corridas do ano para se aprimorar e preparar para o próximo campeonato, quando planeja entrar na briga pelo título.

Estreante no Mundial de Motovelocidade, Diogo se destacou na primeira parte da temporada. Correndo pela igualmente novata MSi, o #10 chegou a liderar corrida e esteve frequentemente entre os ponteiros. Um desempenho que ele próprio na esperava.

Conta-giro
▶️ O impossível é só questão de opinião: R3 Cup abre caminho para brasileiros no exterior

Diogo Moreira fez uma avaliação positiva da temporada 2022 da Moto3 (Foto: MSi)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Em entrevista exclusiva ao GRANDE PREMIUM, Moreira fez um balanço positivo da primeira metade de 2022 e ressaltou que foi difícil recuperar o ritmo após a fratura que sofreu no punho esquerdo no GP da Itália. Agora, contudo, acredita estar ainda mais em forma do que no início do campeonato.

“Acho que foi um começo muito bom. Eu não esperava estar tão na frente no campeonato e nas corridas”, disse Diogo, que ocupa a 15ª colocação na classificação da Moto3. “Depois da minha lesão, foi um pouquinho difícil voltar ao ritmo com que eu comecei o ano, mas agora com essa parada do verão, acho que a gente está melhor do que no começo da temporada, então acho que a gente pode fazer uma boa segunda parte do campeonato agora”, seguiu.

Questionado pelo GP* se traçou alguma meta para a metade final do campeonato, Moreira explicou que foca apenas em aprender, já que pensa também em se preparar para poder brigar pelo título em 2023.

“Não, não coloquei nenhuma meta de campeonato, nem posição, nem nada”, respondeu. “Só quero tentar em todas as corridas estar lutando para subir no pódio e a cada corrida aprender mais para no ano que vem tentar sempre estar na frente e tentar lutar pelo campeonato”, completou.

Confira a entrevista completa com Diogo Moreira no GRANDE PREMIUM.

A Moto3 volta à ativa em 7 de agosto, com o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

LEIA TAMBÉM
Quem subiu, desceu ou surpreendeu até aqui na MotoGP 2022
Suzuki anuncia acordo com Dorna e oficializa saída da MotoGP ao fim de 2022
Dovizioso vê trajetória completa e anuncia aposentadoria da MotoGP em 2023
Marc Márquez avança em recuperação e é liberado para fisioterapia 42 dias após cirurgia
Quartararo é agraciado com Ordem Nacional da Legião de Honra na França
Suzuki inicia contagem regressiva de adeus melancólico à MotoGP em 2022
KTM volta a se perder na MotoGP e precisa buscar forças para se reerguer em 2022
Honda sofre para cicatrizar feridas sem Marc Márquez em ano de fracasso total
Aprilia dá salto de performance, vira estrela e mete colher até na briga pelo título
Carregada por Quartararo, Yamaha faz sólida defesa de título em 2022 agridoce na MotoGP
Favoritos naufragam na disputa entre novatos em 2022. Bezzecchi nada de braçada
# Moreira veste Moto3 como luva e encanta logo de cara. E não só aos brasileiros
# Ranking GP: As notas dos pilotos da MotoGP na primeira metade da temporada 2022

HONDA VIVE MÁ FASE NA MOTOGP, MAS RINS FEZ BOA ESCOLHA COM LCR
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar