Dovizioso comemora liderança na MotoGP, mas prega cautela com “forte” Márquez: “Pode-se esperar tudo dele”

Andrea Dovizioso é o atual líder da classificação da MotoGP. Em Austin, o italiano viu Marc Márquez zerar a etapa após cair quando liderava a corrida. Apesar de comemorar o primeiro posto da tabela, porém, o titular da Ducati sabe o forte adversário que tem de enfrentar

Andrea Dovizioso saiu com o saldo positivo de Austin. O italiano não só viu Marc Márquez cair quando liderava a prova, como somou importantes pontos para pular para a liderança da classificação da MotoGP. Mas apesar de comemorar o primeiro posto, sabe o forte adversário que tem.
 
O GP das Américas começou difícil para o titular da Ducati. Com uma classificação ruim, conseguiu largar apenas da quarta colocação. Entretanto, em prova de recuperação, cruzou a linha de chegada no quarto posto.
 
Ao falar sobre a disputa norte-americana, o piloto deixou claro que sabia que a vitória era bastante difícil. “Em Austin não poderia ganhar porque comecei muito atrás. O pódio teria sido bom, mas não consegui. Mas bem, chegar em Jerez como líder é uma grande alegria para mim”, disse.
 
Mas se tem uma coisa que está satisfeito é com a performance mostrada pela Ducati em 2019. “As sensações na moto são melhores que do ano passado, isso é muito importante, independente da quantidade de pontos que temos na classificação”, explicou.
Andrea Dovizioso (Foto: Ducati)

Mas apesar da queda de Marc ter aberto o campeonato, como até mesmo Valentino Rossi afirmou, Dovizioso sabe que tem no espanhol um forte oponente. “Mentiria se dissesse que não pensei no Mundial quando soube que Márquez havia caído”, reconheceu.
 

“No ano passado, Marc soube minimizar os danos melhor do que nós. De qualquer modo, com Márquez tem que ter cuidado porque é muito forte, pode esperar tudo dele”, continuou.
 
Por fim, Andrea comentou sobre o vencedor da corrida, Álex Rins. “Não me surpreendi que tenha vencido. Está cada vez mais forte e maduro. Como já disse antes, Rins é um candidato a mais ao título”, encerrou.
 
Hoje, Dovizioso sustenta a liderança da classificação com 54 pontos. Rossi, o segundo, tem três de desvantagem. Rins e Márquez aparecem logo em seguida.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube