MotoGP

Ducati anuncia fim da colaboração com Stoner: “Ele está e sempre estará nos nossos corações”

A Ducati confirmou nesta terça-feira (13) o fim da colaboração com Casey Stoner. Nos últimos três anos, o bicampeão da MotoGP atuou como embaixador e piloto de testes da marca de Borgo Panigale
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Casey Stoner (Foto: Ducati)
Mais uma vez a parceria entre Ducati e Casey Stoner chega ao fim. Nesta terça-feira (13), a casa de Bolonha anunciou o fim da colaboração com o bicampeão da MotoGP.
 
Único a conquistar o título da MotoGP pela fábrica de Borgo Panigale, em 2007, Stoner atuou como piloto de testes e embaixador desde 2016, mas o acorde de três anos não será renovado. Isso, aliás, não chega como surpresa, já que o próprio australiano tinha colocado em dúvida sua permanência no time.
 
Além de trabalhar no projeto da Desmosedici GP para a MotoGP, Stoner também contribuiu com a fase final de desenvolvimento da Panigale V4, além de ter trabalhado com outras motos da linha italiana. 
Casey Stoner vai deixar a Ducati mais uma vez (Foto: Ducati)
Diretor-executivo da Ducati, Claudio Domenicali exaltou o papel de Stoner no desenvolvimento das motos e afirmou que o #27 estará sempre presente nos corações dos fãs da marca.
 
“Casey está e sempre estará no coração dos Ducatisti e é também em nome deles que quero agradecê-lo pela importante colaboração que ele nos ofereceu nos últimos três anos”, disse Domenicali. “As indicações técnicas e sugestões dele, junto com o trabalho e o feedback dos pilotos de fábrica e de Michele Pirro, ajudaram a fazer da Desmosedici GP uma das motos mais competitivas do grid, e os conselhos dele para o desenvolvimento de nossas motos de produção foram igualmente preciosos e uteis”, frisou. 
 
“A Ducati e seus muitos agradecem sinceramente e desejam todo o melhor a Casey e sua família para um futuro sereno e feliz”, completou.
 
Stoner, por sua vez, agradeceu a Ducati pelas “ótimas melhoras” e destacou sua alegria em trabalhar com a equipe de testes de Bolonha.
 
“Eu quero agradecer a Ducati pelas ótimas memórias e, especialmente, pelo apoio e entusiasmo dos fãs da Ducati à nossa paixão compartilhada pelas corridas e pelo motociclismo. Vou sempre lembrar disso”, declarou Stoner. “Ao longo dos últimos três anos, eu realmente curti fazer meu trabalho com a equipe de testes, os engenheiros e técnicos, já que trabalhamos para melhorar o pacote da Desmosedici GP e quero, sinceramente, desejar ao time todo o melhor em suas aventuras futuras”, finalizou.