Ducati desconversa sobre volta de Lorenzo: “É uma ideia que está só na cabeça dele”

O diretor-esportivo do time italiano destacou a vontade de retorno do tricampeão mundial, mas descartou qualquer negociação com o espanhol para 2021

O relacionamento de Jorge Lorenzo e Ducati não está tão próximo de ter um “remember”. Paolo Ciabatti, diretor-esportivo da equipe, descartou qualquer tipo de negociação e apontou que o desejo de retornar ao time ainda é apenas uma ideia da cabeça do espanhol.

A esquadra de Borgo panigale vive situação embolada para 2021. Apesar de já ter confirmado Jack Miller para a moto de Danilo Petrucci, as conversas com Andrea Dovizioso seguem impasse com nenhuma das duas partes aceitando as propostas oferecidas.

Com tamanha incerteza, o nome do tricampeão de Palma de Maiorca começou a ser ventilado na mídia como opção. Inclusive, o competidor reconheceu que gostaria de voltar, mas isso não parecer ser algo tão imediato.

Jorge Lorenzo (Foto: Ducati)

“No momento não há nada, claro que Jorge gostaria de voltar à Ducati e fazer algo para terminar sua carreira de uma maneira diferente [de como acabou na Honda], mas agora mesmo é só uma ideia que está na cabeça de Jorge”, disse o dirigente a Dazn.

“Acredito que o mais inteligente é esperar algumas corridas para ver como se sente com a moto, como acontecem as coisas e depois falar do futuro”, emendou o italiano.

“Temos que ver também o que [Pecco] Bagnaia e [Johann] Zarco são capazes de fazer neste ano, então, teremos todos os elementos para tomar a melhor decisão no futuro”, concluiu Ciabatti.

Inclusive, Davide Tardozzi falou dos prognósticos sobre o futuro da Ducati. O chefe do time italiano destacou que prefere esperar as primeiras corridas da temporada e colocou agosto como provável data para a definição.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube