Em busca de evolução, KTM fecha com Pedrosa para equipe de testes a partir da temporada 2019

Dani Pedrosa não vai deixar completamente as pistas ao final da temporada 2018. O espanhol, que já anunciou a saída da Honda e a aposentadoria da MotoGP, vai seguir como piloto de testes, mas agora no projeto da KTM

Dani Pedrosa vai seguir na ativa em 2019. É verdade que o espanhol anunciou a aposentadoria das pistas e não tem mais interesse em competir, mas o espanhol vai ocupar um papel de líder do time de testes da KTM.
 
Figura histórica da Honda na MotoGP, Pedrosa aceitou o convite para desenvolver as próximas motos da marca austríaca, que segue pensando alto em evoluir em seus primeiros anos de categoria. De acordo com o 'Motorsport.com', o patrocínio de ambos com a Red Bull foi crucial para o acerto.
Dani Pedrosa vai ser piloto de teste da KTM (Foto: Michelin)

Desde a chegada à classe rainha do Mundial de Motovelocidade, a KTM tem contado com Mika Kallio na função, inclusive com o finlandês disputando algumas etapas com wild-card. O finlandês, no entanto, teve uma contusão séria e vinha sendo substituído por Randy de Puniet.

 
A KTM vai expandir seu programa para quatro motos já no ano que vem, afinal, a Tech 3, hoje equipe satélite da Yamaha, vai migrar para os austríacos. O time principal segue com Pol Espargaró e terá a chegada do badalado Johann Zarco. Enquanto isso, o segundo time terá Miguel Oliveira e Hafizh Syahrin. 
 
Pedrosa ocupa atualmente a 11ª colocação na temporada 2018. O espanhol tem 76 pontos, 145 a menos que o companheiro de equipe e provável campeão Marc Márquez. A KTM vem em 15º com Espargaró e 19º com Bradley Smith, que vai virar piloto de testes da Aprilia em 2019. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube