Em final de treino agitado, Martín bate McPhee e fatura terceira pole seguida da temporada na Moto3

A Moto3 viu um fim agitado de treino classificatório que terminou com a terceira pole-position consecutiva — a quarta do ano — de Jorge Martín. 0s148 mais lento, John McPhee sai em segundo, com Joan Mir partindo do terceiro posto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Jorge Martín superou um final de treino movimentado para garantir sua quarta pole-position na temporada 2017 da Moto3 — a terceira consecutiva. Já com a bandeira quadriculada tremulando em Mugello, o piloto da Gresini cravou 1min57s176 e garantiu a posição de honra no grid de largada do GP da Itália.

 
Com o cronômetro zerado, John McPhee assumiu a ponta, mas mal teve tempo de celebrar, já que Martín virou 0s148 melhor instantes mais tarde. Líder do Mundial, Joan Mir superou uma queda no início da sessão e vai largar em terceiro.
Jorge Martín ficou com a pole em Mugello (Foto: Gresini)
A classificação deste sábado, porém, deve gerar uma onda de punições, já que vários pilotos demoraram a sair do pit-lane, esperando a passagem de rivais mais rápidos.
 
0s419 mais lento que o tempo da pole, Fabio Di Giannantonio ficou com o quarto posto, à frente de Nicolò Bulega, que escapou ileso de uma queda forte.
 
Juanfran Guevara vem na sequência, acompanhado por Romano Fenati, Marcos Ramírez, Bo Bendsneyder e Tatsuki Suzuki.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Saiba como foi o treino classificatório da Moto2 em Mugello: 
 
Seguindo o mesmo roteiro de sexta-feira, a tarde em Mugello contou com temperaturas mais elevadas. Com o sol brilhando forte no céu de Scarperia, os termômetros marcavam 26°C no início da classificação da Moto3, com a pista chegando a 49°C. A velocidade do vento era de 10 km/h.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A saída para a pista foi bastante curiosa. Muitos pilotos ficaram esperando por um rival mais rápido, o que resultou em uma entrada bem lenta na pista. Alguns dos pilotos mais rápidos, entre eles os da VR46, foram segurados mais tempo nos boxes, com o pelotão rodando completo apenas depois de cinco minutos.
 
Fabio Di Giannatonio abriu a sessão na ponta, 0s532 à frente de Buelga, Martín, Oettl e Dalla Porta vinham na sequência.
 
Com cerca de 10 minutos de sessão, o líder do Mundial, Joan Mir, sofreu uma queda na San Donato, mas não se feriu com gravidade, embora tenha mancado um pouco. O espanhol tentou religar a moto depois de resgatada pelos fiscais para voltar aos boxes, mas, sem sucesso, precisou de uma carona para retornar à estrutura da Kiefer.
 
Pouco depois, com 25 minutos para o fim, Nicolò Bulega sofreu um forte high-side na saída da Correntaio, a curva 12 de Mugello. O italiano levantou lentamente, mas não parece ter sofrido nenhuma lesão grave, embora ainda se recupere de uma lesão nas costas.
 
Jorge Martín, que vinha no vácuo do piloto da VR46, teve de agir rápido para evitar atingir o italiano, que foi acertado pela própria moto.
 
Na sequência, todos os pilotos foram para os boxes. A pole provisória era de Di Giannantonio, que liderava uma dobradinha da Gresini com Martín. Bulega tinha o terceiro tempo, à frente de Ramírez, Fenati, Canet, Oettl, Dalla Porta, Arbolino e Bastianini.
 
Enquanto a Kiefer corria para reparar a moto de Mir, Bulega teve de ir ao centro médico para um check-up antes de ser liberado para voltar para a pista. A RC250GP do italiano ia precisar de um pouco mais de tempo para voltar aos boxes da VR46.
 
Alguns minutos mais tarde, os pilotos começaram a voltar para a pista. Com 15 minutos para a bandeirada, a Kiefer tinha a moto de Mir quase pronta, enquanto a VR46 acabava de receber a KTM de Nicolò.
 
Com 1min57s708, Martín saltou para o topo da tabela, abrindo 0s110 de margem para Di Giannantonio, que vinha em volta rápida e deu o troco de imediato, se afastando 0s332 do rival.
 
Mais atrás, Fenati subiu para a quarta posição, à frente de Canet, Ramírez, Danilo, Suzuki e Antonelli.
 
Com 12 minutos para o fim, Bulega voltou aos boxes da VR46, que seguia empenhada em reparar a moto do italiano.
 
Os boxes, então, ganharam em movimentação uma última vez, com alguns pilotos parando antes do ataque final à pole. Di Giannantonio seguia na pole provisória em uma dobradinha com Martín.
 
Antes de voltar à garagem da Ongetta, Fenati cravou 1min57s989 e saltou para o terceiro posto, 0s613 atrás de Di Giannantonio.
 
No retorno à pista, de novo o espetáculo de espera visto anteriormente. Os pilotos da classe menor têm sido punidos por esperarem rivais mais rápidos na pista, mas não era difícil imaginar que a direção de prova também fosse sancionar esse tipo de comportamento.
 
Graças ao trabalho rápido da VR46, Bulega foi para a pista com os demais, mas encontrar uma brecha no tráfego para cravar uma boa marca seria um desafio.
 
Já com a bandeira quadriculada tremulando em Mugello, McPhee saltou para a ponta, 0s046 à frente de Mir, que avançou rumo ao terceiro posto. Martín, então, subiu para a pole, abrindo 0s148 de margem para o britânico.
 

#GALERIA(7057)

Moto3, GP da Itália, Mugello, Classificação:

1 88 JORGE MARTÍN ESP GRESINI Honda 1:57.176  
2 17 JOHN MCPHEE ING BRITISH TALENT TEAM Honda 1:57.324 +0.148
3 36 JOAN MIR ESP KIEFER Honda 1:57.370 +0.194
4 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda 1:57.595 +0.419
5 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM 1:57.768 +0.592
6 58 JUANFRAN GUEVARA ESP RBA Mahindra 1:57.912 +0.736
7 5 ROMANO FENATI ITA ONGETTA Honda 1:57.954 +0.778
8 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM 1:57.978 +0.802
9 64 BO BENDSNEYDER HOL RED BULL KTM AJO 1:57.993 +0.817
10 24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda 1:58.053 +0.877
11 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda 1:58.080 +0.904
12 23 NICCOLÒ ANTONELLI ITA RED BULL KTM AJO 1:58.123 +0.947
13 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM 1:58.123 +0.947
14 44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:58.141 +0.965
15 40 DARRYN BINDER RSA WORLDWIDE KTM 1:58.189 +1.013
16 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM 1:58.233 +1.057
17 33 ENEA BASTIANINI ITA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:58.253 +1.077
18 96 MANUEL PAGLIANI FRA CIP Mahindra 1:58.279 +1.103
19 48 LORENZO DALLA PORTA ITA ASPAR Mahindra 1:58.300 +1.124
20 75 ALBERT ARENAS ESP ASPAR Honda 1:58.418 +1.242
21 84 JAKUB KORNFEIL TCH SAXOPRINT Peugeot 1:58.684 +1.508
22 14 TONY ARBOLINO ITA SIC58 Honda 1:58.719 +1.543
23 7 ADAM NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda 1:58.928 +1.752
24 12 MARCO BEZZECCHI ITA CIP Mahindra 1:58.941 +1.765
25 71 AYUMU SASAKI JAP SIC Racing Team KTM 1:59.042 +1.866
26 11 LIVIO LOI BEL KIEFER Honda 1:59.067 +1.891
27 27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda 1:59.092 +1.916
28 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda 1:59.720 +2.544
29 4 PATRIK PULKKINEN FIN SAXOPRINT Peugeot 1:59.922 +2.746
30 6 MARÍA HERRERA ESP ARGIÑANO & GINÉS KTM 2:00.413 +3.237
31 30 EDOARDO SINTONI ITA 3570-MTA Mahindra 2:00.543 +3.367
             
RECORDE BRAD BINDER RSA RED BULL KTM AJO 1:57.318 160.9 km/h
MELHOR VOLTA DANNY KENT ING KIEFER Honda 1:56.615 161.9 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 27ºC | pista: 50ºC

ALONSO ATINGE NOVO PATAMAR NA HISTÓRIA DO AUTOMOBILISMO NA ESPETACULAR INDY 500

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube