MotoGP

Em segundo treino marcado por quedas, Lecuona se coloca como mais rápido da Moto2 em Valência

Iker Lecuona conseguiu driblar as condições adversas do segundo treino da Moto2 em Valência. Nesta sexta-feira (16), o piloto anotou o tempo de 1min48s695 e liderou a sessão marcada por muitas quedas

Warm Up / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Iker lecuona mostrou estar bastante veloz em condições molhadas. Nesta sexta-feira (16), no segundo treino livre da Moto2 de Valência, o piloto driblou as condições, anotou a marca de 1min48s695 e fechou o dia como o mais rápido.
 
O início do ensaio em Ricardo Tormo foi bastante agitado. Sem se intimidarem com a chuva e com as condições do asfalto, os pilotos logo foram para a pista e volta atrás de volta faziam os tempos despencarem.
 
Entretanto, Iker sempre era um dos nomes que estava constantemente na ponta da tabela. Até que, quando apareceu na primeira colocação na reta final, ninguém mais conseguiu ameaçar sua liderança.
 
O ensaio ainda foi marcado pela grande quantidade de quedas. Com mais de 15 idas ao chão, a reta final do treino livre foi um festival de tombos por conta da considerável piora do tempo e do traçado.
Saiba como foi o segundo treino livre da Moto2 em Valência:
 
A Moto2 foi a última classe a ir para a pista e, assim como nas atividades anteriores, o traçado seguia bastante molhado em Valência. As temperaturas não haviam variado muito, com o termômetro indicando 16ºC, assim como o asfalto.
 
Com o treino autorizado, logo os pilotos subiram em suas motos e foram para a pista, ainda bastante molhada. Com pouco mais de cinco minutos completados, os primeiros tempos começaram a pipocar na tabela, e diversos pilotos passaram pela liderança.
 
Quem liderou de fato pela primeira vez foi Roberts, que marcou 1min52s990. Mas isso pouco durou, porque logo Lecuona o superou ao fazer 1min52s983. Depois, foi a ver de Lowes e depois Quartararo a se colocarem como os mais rápidos.
 
Com dez minutos corridos, Ondendaal era o mais veloz do momento, com 1min51s610. Quartararo, Robert, Cardelús e Bagnaia eram quem completavam o top-5 da sessão.
 
A medida que os pilotos completavam suas voltas rápidas, os tempos baixavam cada vez mais na pista valenciana. A marca a ser batida na ponta da tabela era de 1min49s782, sustentada por Lecuona. Bagnaia, Quartararo, Roberts e Márquez vinham depois.
 
Com ainda 30 minutos para terminar a sessão, Álex Márquez foi a egunda vítima de um tombo. Depois de Lukas Tulovic, o espanhol acabou escorregando na curva 10 e foi parar na área de escape da pista.
 
Roberts encaixou uma volta certeira, anotou 1min49s381 e se colocou como o mais rápido. Enquanto isso, Iker estava parado na garagem. Em seu giro seguinte, o #18 ainda baixou mais seu tempo, sustentando agora 1min48s986.
 
Faltando 19 minutos para a bandeira quadriculada tremular, alguns pilotos começavam a ir para os boxes. Roberts ainda era o primeiro, com Vierge, Corsi, Baldassarri e Lecuona completando os cinco mais rápidos.
 
Então, com dez minutos para o fim, com quase todos os pilotos já de volta para a pista, a chuva começou a apertar mais uma vez. Lecuona, que tinha 1in48s695 e era o primeiro, protagonizou uma queda.
 
Xavi Cardelus, Sione Corsi, Tatsuta Nagashima foram outros três pilotos que também foram ao chão durante a sessão,que foi marcada ainda pelo tombo de Luca Marini instantes depois e de Jules Danilo.
 
Odendaal e Navarro foram os próximos pilotos da lista que acabaram também indo ao chão de uma sessão marcada por muitas quedas. Mais cedo no ensaio, Pawi, Fernandez e Garzó também haviam caído.
 
Para encerrar o ensaio, que teve Lecuona como o mais rápido, Mattia Pasini e Sam Lowes também acabaram sofrendo um incidente e indo ao chão. Tuuli fechou como segundo, com Baldassarri, Roberts e Vierge fechando o top-5.
 
No total, a sessão contabilizou cerca de 15 tombos.