Escalado para substituir Stoner, Rea fala em “sonho realizado” e recorda histórico positivo em Misano

Jonathan Rea foi escalado pela Honda para substituir Casey Stoner no GP de San Marino de MotoGP. Piloto norte-irlandês afirmou que correr na categoria é a realização de sonho e destacou histórico positivo no traçado italiano na Superbike

Jonathan Rea foi escolhido pela Honda para substituir Casey Stoner, que ainda se recupera de uma cirurgia no tornozelo direito, no GP de San Marino de MotoGP. O norte-irlandês representa a montadora nipônica no Mundial de Superbike e fará sua estreia na categoria máxima do motociclismo mundial na próxima sexta-feira (14) quando deixar os boxes da HRC para participar do primeiro treino livre em Misano.

“Para mim, correr na MotoGP é um grande sonho que se torna realidade”, falou Rea. “É uma grande pena para o Casey ter uma lesão quando ele estava tendo uma temporada forte e envio a ele os meus melhores desejos enquanto ele se recupera”, continuou. “Agora, meu trabalho é substituí-lo e vou tentar fazer o melhor que puder.”
 

Rea fará sua estreia na MotoGP no circuito de Misano (Foto: Repsol)


A seu favor, Jonathan conta com um histórico positivo no circuito Marco Simoncelli, já que foi onde conquistou sua primeira vitória no Mundial de Superbike.

“Eu amo Misano, já corri lá este ano e terminei em segundo, também é onde tive a minha primeira vitória na Superbike, em 2009, e eu gosto do circuito e dos fãs italianos, eles estão sempre muito entusiasmados”, considerou.

O piloto, que conheceu a moto durante três dias de testes – um em Brno e os outros dois em Aragón –, afirmou que ainda precisa se adaptar ao protótipo para poder forçá-lo ao limite, mas que aprende cada vez que sobe na moto.

“Encaro esta oportunidade como um grande presente da Honda. Nos poucos dias que passei com o time, me senti muito bem, eles entendem que vai levar algum tempo para eu forçar com essa moto, mas eu estou aprendendo cada vez que subo nela”, comentou. “Foi ótimo ter esses três dias de testes com a moto para me preparar e, com certeza, a manhã de sexta será menos caótica”, opinou.

“Nós já temos a posição de pilotagem acertada, o acerto base também e eu entendo a eletrônica um pouco mais. Sei que vai ser movimentado, mas estou pronto”, encerrou.

O Grande Prêmio cobre 'in loco' neste fim de semana o GP de San Marino com Evelyn Guimarães.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube