Espargaró cai e Márquez sai na frente pela sétima vez no ano no GP de San Marino

Marc Márquez conquistou sua sétima pole-position na temporada de 2012 da Moto2. Pol Espargaró exibiu um bom ritmo, mas sofreu uma queda e teve de se contentar com o segundo posto. Scott Redding completa primeira fila

O treino classificatório para o GP de San Marino serviu para apimentar a disputa pelo título da Moto2. Precisando vencer para reduzir os 48 pontos de vantagem que Marc Márquez tem na liderança do Mundial, Pol Espargaró sofreu uma queda na sessão classificatória e teve de se contentar com o segundo lugar no grid.

O piloto da Catalunya garantiu o posto de honra no grid ao cravar 1min38s242 no treino deste sábado (15) e sai na frente pela sétima vez na temporada. O titular da Pons ficou em segundo por uma diferença de 0s044. Scott Redding completa o top-3.

 

Pole em Misano será a sétima de Márquez no ano (Foto: MotoGP)

Takaaki Nakagami bateu Andrea Iannone já com o cronometro zerado ao anotar 1min38s369 e ficou com a quarta colocação. O italiano vem na sequência, seguido por Thomas Lüthi, que chegou a brigar pela pole na fase intermediária da sessão.

Esteve Rabat conquistou o sétimo posto, 0s375 atrás do tempo da pole de Márquez. Ratthapark Wilairot e Mika Kallio completam a terceira fila. Bradley Smith fecha a lista dos dez primeiros colocados. 

Johann Zarco, que mostrou um bom desempenho nos treinos no circuito Marco Simoncelli, também sofreu uma queda e vai largar na 15ª colocação. Companheiro do francês na JiR, Eric Granado não vai disputar a etapa de San Marino por conta de uma lesão no ombro.

Saiba como foi a classificação deste sábado:

 
Lüthi começou na ponta e logo tratou de baixar suas marcas. Não demorou, Márquez se instalou na segunda colocação da tabela de tempos e logo deu o bote ao assumir a pole-provisória com 1min38s777, 0s259 à frente de Lüthi. Espargaró tinha o terceiro tempo. 
 
Redding assumiu a frente na sequência ao anotar 1min38s652, mas logo foi batido por Iannone, que registrou 1min38s649. O italiano mal pôde comemorar, já que Lüthi baixou sua marca em 0s032 e tomou o primeiro posto.
 
Com meia hora para o fim do treino, Corsi, que liderou o último exercício livre em Misano, sofreu uma queda na curva cinco do traçado italiano. Apesar de não ter se ferido, o acidente atrapalhou, uma vez que a Moto2 não conta com moto reserva.
 
Na ponta, a briga pela pole seguia acirrada. Redding liderava com apenas 0s002 de vantagem para Lüthi, que, por sua vez, tinha outros 0s002 de diferença para Márquez, o terceiro colocado. Iannone vinha em quarto, à frente de Nakagami, Espargaró e Kallio. 
 
Com pouco menos de 25 minutos para o fim da sessão, Pol anotou 1min38s458 e assumiu a pole, baixando sua marca na sequência e abrindo 0s0273 de vantagem para Redding.
 
O piloto da Pons seguia baixando seu tempo de volta, mas viu Márquez registrar 1min38s563 e subir para a segunda colocação, 0s277 atrás. Pol reagiu de imediato e vinha melhorando suas parciais, mas encontrou Nico Terol no caminho e não conseguiu melhorar. 
 
Enquanto Espargaró, Márquez, Lüthi e Iannone estavam nos boxes tentando melhorar o acerto das motos, Redding seguia na pista lutando para baixar seu tempo de volta. 
 
Com menos de 15 minutos para o fim, Gino Rea sofreu uma queda na curva seis de Misano, mas não se feriu. 
 
Sem conseguiu melhorar, Redding também se dirigiu aos boxes da Marc VDS, deixando a missão de ser mais rápido na parte intermediária da sessão para Zarco. Com pouco mais de dez minutos para o fim, o piloto da JiR sofreu uma queda na curva 15 de Misano e, apesar de não ter se machucado, destruiu a MotoBI e deixou a pista de carona com os comissários.
 
De volta à pista, Lüthi abriu um giro rápido, mas aliviou nos trechos intermediários do circuito de Misano. Márquez, por outro lado, veio acelerando, mas perdeu tempo ao evitar uma queda. 
 
O piloto da Catalunya não desistiu e assumiu a pole na passagem seguinte ao cravar 1min38s242 e abrir 0s044 de vantagem para o rival da Pons. Espargaró tentou reagir, mas caiu e deu adeus à posição de honra no grid.
 
Faltando menos de dois minutos para a bandeira quadriculada, Redding vinha em boa volta, mas acabou escapando da pista e não conseguiu melhorar. 
 
Com poucos segundos para o cronometro zerar, Corsi conseguiu voltar à pista para tentar melhorar sua posição de largada. O piloto não conseguiu ser mais rápido e vai largar em 13º. 

Moto2, GP de San Marino, Misano, Grid de largada:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube