Espargaró segura ímpeto de Redding até bandeirada e garante primeira vitória do ano na Moto2

Pol Espargaró conseguiu controlar ataques de Scott Redding e garantiu primeiro triunfo na temporada 2013 da Moto2. Takaaki Nakagami completa o pódio

Scott Redding bem que tentou, mas Pol Espargaró confirmou seu favoritismo e garantiu a vitória na prova de abertura da temporada 2013 da Moto2. Além de ressaltar a força da Kalex, a prova deste domingo (7) também mostrou que a introdução de um peso mínimo na categoria foi mais um acerto da Dorna, a promotora do Mundial.

Com uma ótima largada, Takaaki Nakagami assumiu a ponta da disputa ainda na primeira curva, seguido por Espargaró e Redding. Não demorou, o piloto da Marc VDS passou o rival da Pons, e partiu em busca do nipônico. De tanto insistir, Scott tomou a frente e na sequência viu Pol subir para o segundo lugar e iniciar a caçada. 
Espargaró confirmou favoritismo ao vencer em Losail (Foto: MotoGP)

Com cinco voltas para o fim, Espargaró passou Redding e assumiu a liderança, mas não conseguiu se afastar do britânico. Scott insistiu, mas perdia um pouco para o rival nas retas de Losail. No último giro, Redding teve sua melhor chance, colocando por dentro, mas Pol fechou a trajetória e forçou o rival a recorrer ao freio bruscamente. Com a manobra, o piloto da Marc VDS acabou se afastando um pouco do adversário e não teve mais condições de brigar pelo triunfo. 

Com os pneus desgastados, Nakagami não teve condições de acompanhar os ponteiros, mas conseguiu tranquilamente concluir a disputa no terceiro posto, 12s098 atrás do vencedor.

Depois de uma intensa disputa pelo quarto lugar, Dominique Aegerter ficou à frente do segundo pelotão, garantindo o quarto posto. Mika Kallio ficou em quinto, à frente de Julián Simón. 

Simone Corsi foi o sétimo, à frente de Alex De Angelis. Tito Rabat completou a prova em nono, 20s219 atrás de Espargaró, seu companheiro de Pons. Xavier Simeon completa a lista dos dez primeiros.

Apesar da bela disputa na pista, o saldo deste domingo não é de todo positivo. Ricard Cardús sofreu um acidente em Losail e foi levado ao centro médico com suspeita de lesões na lombar e no pé. Ainda não há informações sobre o estado de saúde do espanhol.

Saiba como foi a primeira prova da Moto2:
 
Di Meglio teve problemas antes da largada e precisou sair do pit-lane. Espargaró saiu na pole, seguido por Nakagami e Kallio. Takaaki saiu muito bem e assumiu a ponta. Pol tentou recuperar na primeira curva, mas o nipônico fechou a porta. Redding assumiu o terceiro posto, à frente de Kallio.
 
Ao completar a primeira volta, Nakagami liderava, seguido por Espargaró, Redding, Aegerter, Rabat, Corsi, Simón, Kallio, Zarco e Schorotter.
 
Enquanto tentava pressionar Nakagami, Pol tinha de se defender dos ataques de Redding, o que permitiu que o nipônico abrisse uma ligeira vantagem.
Redding mostrou que regra do peso foi mesmo uma medida positiva (Foto: MotoGP)
Ratthapark Wilairot foi punido por queimar a largada e teve de cumprir um ride through. O piloto tailandês aparecia em 17º.
 
Na abertura do terceiro giro, Nakagami já sustentava 0s963 de vantagem para Espargaró. Nesta mesma volta, Axel Pons sofreu uma queda em Losail, ficou no chão reclamando de dores e foi retirado do circuito com o auxílio dos comissários. 
 
Enquanto Nakagami disparava na ponta e Espargaró se defendia de Redding, Rabat aproveitou para passar Aegerter e assumir o quarto posto. Na sequência, Scott passou Pol e assumiu a segunda colocação. 
 
Com o primeiro pelotão se distanciando, outros dez pilotos formavam um segundo grupo para brigar pela quarta colocação. Corsi vinha no comando, seguido por Rabat, Aegerter, Simón, Schrotter, Zarco, Kallio, Cardús, Terol, De Angelis e Simeon. 
 
Estreando na categoria, Louis Rossi também abandonou após uma queda, assim como Anthony West.
 
Na ponta, Espargaró perdeu um pouco de contato com Redding, enquanto o piloto da Marc VDS reduziu bem a vantagem de Nakagami. No oitavo giro, Scott realizou uma bela ultrapassagem e tomou a liderança da prova em Losail. 
 
Em segundo, Nakagami viu a aproximação de Espargaró, que partiu para o ataque. Na mesma curva em que foi ultrapassado por Redding, Takaaki abriu demais a trajetória e perdeu a posição para Pol. 
 
Na metade da corrida, Di Meglio tocou em Mattia Pasini e acabou jogando o piloto da Forward para fora. O incidente será investigado pela direção de prova.
 
Líder, Redding abriu 0s849 de vantagem para Espargaró, que vinha acompanhado por Nakagami, já em um ritmo menor. Na sequência, Pol conseguiu reduzir a vantagem de Scott, buscando a luta pelo degrau mais alto do pódio.
 
Faltando oito voltas para o fim, Espargaró, já com 2s037 de diferença para Nakagami, conseguiu se aproximar ainda mais de Redding, entrando de vez na briga pela vitória.
 
Dois giros mais tarde, Pol tentou atacar Scott na curva 1, mas o britânico conseguiu manter a frente. O espanhol voltou a tentar na curva 4, mas, de novo, o piloto da Marc VDS manteve a frente. 
 
Faltando cinco voltar para o fim, Espargaró se aproximou na reta e contou com um erro de Redding, que abriu demais na curva 1, e assumiu a liderança. Scott não perdeu contato e seguiu pressionando por sua primeira vitória na Moto2. 
 
Mais pesado, Redding perdia um pouco de contato nas retas, mas não o suficiente para deixar Espargaró tranquilo na liderança. 
 
Ricard Cardús também se acidentou e foi levado ao centro médico para ser examinado com suspeita de lesão na lombar e no pé. 
 
Com Pol e Scott brigando pela vitória, e Nakagami tranquilo na terceira posição, a luta pelo quarto posto seguia quente, mas era Corsi quem mantinha a frente.
 
Redding partiu para o ataque na última volta, mas teve que segurar para evitar uma queda. A manobra resultou uma ligeira vantagem para Pol, que não deu mais chances de vitória à Redding.
 
Moto2, Catar, Losail, Final:
 
1
Pol ESPARGARÓ
ESP
Pons 40 HP Tuenti
Pons Kalex
40.31.782
20 voltas
2
Scott REDDING
ING
Marc VDS
Kalex
+0.844
 
3
Takaaki NAKAGAMI
JAP
Italtrans
Kalex
+12.098
 
4
Dominique AEGERTER
SUI
Technomag
Suter
+18.910
 
5
Mika KALLIO
FIN
Marc VDS
Kalex
+18.933
 
6
Julián SIMÓN
ESP
Italtrans
Kalex
+19.018
 
7
Simone CORSI
ITA
NGM Mobile                 
Speed Up
+19.230
 
8
Alex De ANGELIS
RSM
Forward
Speed Up
+19.452
 
9
Esteve RABAT
ESP
Pons 40 HP Tuenti
Pons Kalex
+20.219
 
10
Xavier SIMEON
BEL
SAG
Kalex
+20.972
 
11
Jordi TORRES
ESP
Aspar
Suter
+21.674
 
12
Johann ZARCO
FRA
Ioda
Suter
+22.084
 
13
Marcel SCHROTTER
ALE
SAG
Kalex
+22.093
 
14
Nicolas TEROL
ESP
Aspar
Suter
+22.496
 
15
Toni ELÍAS
ESP
Avintia
Kalex
+36.677
 
16
Mike DI MEGLIO
FRA
JiR
MotoBI
+36.697
 
17
Sandro CORTESE
ALE
IntactGP
Kalex
+41.857
 
18
Danny KENT
ING
Tech 3
+45.295
 
19
Randy KRUMMENACHER
SUI
Technomag
Suter
+47.673
 
20
Sergio GADEA
ESP
Interwetten                                   Suter
+54.197
 
21
Kyle SMITH
ING
Avintia
Kalex
+59.245
 
22
Steven ODENDAAL
RSA
Arginano y Gines
Motobost
+1:02.713
 
23
Yuki TAKAHASHI
JAP
Team Asia
Moriwaki
+1:04.294
 
24
Doni Tata PRANDITA
IDN
Gresini
Suter
+1:14.017
 
25
Alberto MONCAYO
ESP
Arginano y Gines
Motobost
+1:37.009
 
26
Rafid Topan SUCIPTO
IDN
QMMF
Speed Up
+1 volta
 
 
Ratthapark WILAIROT
TAI
Gresini
Suter
Abandonou
 
 
Ricard CARDUS
ESP
Forward
Speed Up
Abandonou
 
 
Mattia PASINI
ITA
NGM Mobile Racing
Speed Up
Abandonou
 
 
Anthony WEST
AUS
QMMF
Speed Up
Abandonou
 
 
Axel PONS
ESP
Pons 40 HP Tuenti
Pons Kalex
Abandonou
 
 
Louis ROSSI
FRA
Tech 3
Abandonou
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Condições do tempo
 
SOL
 
ar: 22°C | pista: 23ºC
 
 
 
 
 
 
 
 
REC
Marc MÁRQUEZ
ESP
Catalunya
Suter
 
2:00.645
160.5 km/h
MV
Stefan BRADL
ALE
Viessmann Kiefer
Kalex
 
2:00.168
161.1 km/h
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube