Estrella Galicia 0,0 apresenta KTM de Rins e Márquez para temporada 2013 da Moto3

A Estrella Galicia 0,0 apresentou nesta quinta-feira (7) as motos de Álex Rins e Álex Márquez para a temporada 2013 da Moto3. Dupla vai utilizar equipamento KTM

 

A Estrella Galicia 0,0 apresentou nesta quinta-feira (7), em um evento em Barcelona, seu projeto para a temporada 2013 da Moto3. Eleito novato do ano em 2012, Álex Rins segue com o time e agora terá Álex Márquez como companheiro. Assim como aconteceu no ano passado, a equipe seguirá contando com o apoio da gigante espanhola Repsol, que recentemente anunciou que será a principal patrocinadora do CEV, o Campeonato Espanhol de Velocidade. 
 
A novidade deste ano é a opção da equipe pela KTM, que foi campeã em 2012 com Sandro Cortese. Quinto colocado no Mundial do ano passado, Rins comemorou a escolha e afirmou que ainda é possível fazer algumas melhorias no chassi. 
Rins e Márquez defenderão as cores da Estrella Galicia 0,0 em 2013 (Foto: Repsol)
“Estou muito feliz, pois sou parte de um time forte com o apoio de marcas como a Estrella Galicia e a Repsol – o que é algo muito positivo”, comemorou. “Também fizemos uma boa escolha com a KTM, já que os testes que fizemos até agora na pré-temporada foram muito bem. Me adaptei rapidamente à moto, apesar de ainda precisarmos de algumas melhoras no chassi”, afirmou. 
 
Irmão mais novo de Marc Márquez, Álex fará sua primeira temporada completa no Mundial. Em 2012, o piloto de 16 anos disputou 13 etapas, algumas delas como wild-card da prórpria Estrella Galicia 0,0.
 
“Os testes estão indo muito bem e pouco a pouco nós estamos entendendo como essa nova moto funciona”, comentou. “Ainda temos o teste de Jerez para encontrar um bom set-up e aprontar tudo para o Catar, onde espero continuar progredindo e me aproximar dos ponteiros”, completou. 
 
A dupla será comandada pelo experiente Emilio Alzamora, mentor da carreira do campeão de 2012 da Moto2. “Nós conseguimos reunir uma equipe técnica muito forte, junto com dois pilotos com a experiência necessária para mostrar seu potencial e lutar pelas posições top”, considerou. “As expectativas são muito altas, mas o objetivo principal será desenvolver os pilotos e atingir metas – apesar delas serem muito ambiciosas.”
 
“Talvez Álex Rins tenha mais experiência para lutar pelo grupo da ponta, tendo andado em uma temporada completa”, ponderou. “Álex Márquez terá de andar em algumas pistas que ele não conhece, mas ele fez isso no ano passado e teve bons resultados. Nós estamos felizes e ainda temos o teste final em Jerez para acertar os detalhes das motos e do time. Estamos animados e ansiosos para o Catar”, concluiu o dirigente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube