Quartararo afasta favoritismo da Ducati e vê Yamaha com chance no GP da Itália

Francês lembrou que a casa de Borgo Panigale também era favorita no Catar, onde a Yamaha saiu vencedora das duas corridas disputadas na temporada 2021 da MotoGP

Maverick Viñales e Fabio Quartararo duelaram pela liderança já no início do TL1 (Vídeo: MotoGP)

Fabio Quartararo não vê a Ducati como favorita absoluta para o GP da Itália deste fim de semana. O francês considerou que apesar do bom histórico recente da Desmosedici em Mugello, a Yamaha vai bem nas curvas e é capaz de fazer frente à potência do motor italiano.

A Ducati venceu em Mugello nas últimas três edições da prova italiana: com Danilo Petrucci em 2019, Jorge Lorenzo em 2018 e Andrea Dovizioso em 2017. A Yamaha, por outro lado, levou a melhor na Toscana pela última em 2016, também com o espanhol de Palma de Maiorca.

Fabio Quartararo admitiu preocupação com excesso de velocidade em Mugello (Foto: Divulgação/MotoGP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Apesar do histórico recente, Quartararo não vê a fábrica de Bolonha como favorita, já que entende que os resultados dos GPs do Catar e de Doha oferecem indícios de que é possível vencer com a YZR-M1 em uma pista onde o histórico é mais favorável à Ducati.

“Quando estávamos no Catar, pensava nos mesmos termos, pois a Ducati tinha vencido as últimas corridas”, disse Quartararo. “Nos sentimos bem na moto. A reta não é nosso forte, mas têm muitas curvas onde temos boas sensações”, ponderou.

“Temos de começar ser pensar nas Ducati e no domingo veremos na corrida. Temos boas sensações na moto”, frisou.

A expectativa no fim de semana é por uma nova quebra no recorde de velocidade da MotoGP. Tradicionalmente, a marca é superada em Mugello, mas neste ano isso aconteceu no Catar, o que levantou a preocupação em relação a segurança no traçado italiano.

Em 27 de março, Johann Zarco estabeleceu em 362,4 km/h o novo recorde de velocidade para a MotoGP durante o quarto treino livre do GP do Catar.

“Rodamos cada vez mais rápido em Mugello. Chegar na primeira curva é complicado. Temos de nos acostumar com isso”, declarou. “A primeira volta no TL1 dá um pouco de medo. Para mim, as curvas 1 e 14 são onde há um pouco mais de perigo e é complicado fazer mudanças. Por agora, tudo está bem. Vamos cruzar os dedos para que siga assim. Eu foco no presente”, concluiu.

A largada do GP da Itália, sexta etapa da temporada 2021 da MotoGP, está marcada para domingo, às 9h. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

LEIA TAMBÉM
⇝ Miller engrena com vitórias seguidas e assume protagonismo na temporada da MotoGP
⇝ WEB STORY: Com Miller, Zarco e Quartararo, MotoGP tem pódio incomum na França
⇝ Frio, chuva e reclamações: MotoGP precisa dar segurança e rever data do GP da França
⇝ Divertida e disputada, MotoE precisa de mudanças. E já tem parte da solução nas regras
⇝ Quartararo mostra evolução e consistência para brigar por título desperdiçado em 2020
⇝ Com Masià lesionado, Ajo escala Moreira para dois dias de testes da Moto3 em Barcelona
⇝ Yamaha e Ducati mostram forças opostas e disputam protagonismo na MotoGP em 2021
⇝ Ducati ou Yamaha: quem vai equipar a VR46 na temporada 2022 da MotoGP?
⇝ Descoberta de Barros e fruto do motocross: Moreira é nova joia do motociclismo brasileiro
⇝ Quartararo versus Miller: a trajetória dos protagonistas da temporada 2021 na MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar