Gresini tem estado médico crítico e função dos órgãos comprometida após Covid-19

Chefe da Aprilia na MotoGP, Fausto Gresini sofreu uma piora no quadro clínico após sofrer como o novo coronavírus. Função dos órgãos está comprometida

A situação de saúde de Fausto Gresini, ex-piloto e chefe da Aprilia na MotoGP, é bastante grave. Em comunicado divulgado no fim da tarde desta quinta-feira (18), equipe informou que estado é crítico e funcionamento dos órgãos foi comprometida após infecção.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Gresini foi internado ainda nos últimos dias de 2020, após testar positivo para a Covid-19. O chefe de equipe chegou a ter leve melhora, deixou parcialmente o respirador mecânico e chegou até a participar da festa da filha por chamada de vídeo. Mas a situação se agravou mais tarde. Agora, gravidade é maior que jamais foi antes.

“Fausto Gresini segue hospitalizado na unidade de terapia intensiva do Hospital Maggiore, em Bolonha, por conta de uma insuficiência respiratória severa após uma infecção causada pela Covid-19”, informou o comunicado.

Fausto Gresini segue internado em Bolonha, na Itália (Foto: Reprodução)

“Infelizmente, as complicações aconteceram, o que transformou o atual estado médico em crítico. A equipe do hospital continua o tratamento com a maior intensidade possível, com a esperança de uma recuperação do funcionamento dos órgãos – que foi bastante comprometido”, seguiu.

“Ele ainda está sendo auxiliado pelo ventilador mecânico e está em coma induzido”, finalizou.

Italiano de Ímola, Gresini completou 60 anos no último dia 23 de janeiro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube