carregando
MotoGP

FIM determina suspensão de Iannone por 18 meses em caso de doping

Andrea Iannone escapou da punição máxima de quatro anos afastado das pistas, mas ainda acabou suspenso por 18 meses. Piloto da MotoGP alegou que o uso de esteroides não foi voluntário, o que ajudou a aliviar a pena

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
A quarta-feira (1°) trouxe duras notícias para Andrea Iannone. O piloto da MotoGP, acusado de doping por uso de esteroides no GP da Malásia de 2019, foi punido pela Federação Internacional de Motociclismo. A FIM determinou o afastamento do italiano por um total de 18 meses.
 
A punição é mais branda do que a originalmente solicitada pela acusação, de quatro temporada de suspensão. O argumento da defesa, de que Iannone apenas consumiu alimentos contaminados com a substância ilegal, até foi aceito após apresentação de provas científicas. Entretanto, mesmo reconhecendo que não houve doping voluntário, o tribunal disciplinar da FIM determinou um ano e meio de suspensão.
Andrea Iannone não vai poder representar a Aprilia tão cedo (Foto: Aprilia)
Iannone já estava suspenso de forma preventiva, o que implicou em não participar dos testes de pré-temporada da MotoGP. A equipe Aprilia já falava abertamente em apostar as fichas em Aleix Espargaró, por ser desde então o único piloto com presença garantida no grid de 2020.

Entenda o caso:
 
Foi na mesma Sepang, no primeiro fim de semana de novembro, que Iannone testou positivo para “substância não especificada nos termos da seção 1.1.a) esteroides androgênicos anabólicos exógenos (AAS)”. Mais tarde, a defesa do piloto pediu a contraprova e viu confirmação do doping.
 
A substância encontrada no exame de urina de Andrea é a drostanolona, um esteroide anabolizante injetável derivado do DHT. A drostanolona é muito comum em fisiculturismo, já que é eficaz no crescimento muscular.
 
A drostanolona, aliás, é a mesma substância encontrada em Anderson Silva, lutador do UFC, num exame feito em 2015. A droga, descoberta em 1950, pode causar impotência, infertilidade e acne, além de aumentar o risco de câncer de próstata, de problemas cardíacos e de trombose.
 
Desde o início, a defesa alega que a droga entrou no sistema de Iannone por conta do consumo de carne animal durante os dias em que passou na Ásia, entre os GPs da Tailândia e da Malásia. Além de Iannone, outros oito pilotos foram testados em Sepang ― Romano Fenati, Ai Ogura, Marcos Ramírez, Remy Gardner, Joe Roberts, Xavi Vierge, Jorge Lorenzo e Marc Márquez ―, todos com resultado negativo.
Andrea Iannone saiu derrotado em embate judicial (Foto: Aprilia)
Ainda que a ingestão do anabolizante tenha sido acidental, a suspensão ainda se aplica por conta do grau de culpa ou negligência, fator que determina o tamanho do gancho. Além disso, o fato de ser uma droga presente na lista de substâncias proibidas da WADA (Agência Mundial Antidoping) também interfere no cálculo da sentença.
 
No caso de Iannone, a drostanolona é uma substância que consta na lista da WADA como “proibida o tempo todo”, o que significa dentro e fora de competição. O artigo 4.2.2 do Código Mundial Antidoping determina que “todas as substâncias proibidas devem ser consideradas como ‘substância especificada’, exceto as substâncias nas classes S1, S2, S4.4, S4.5, S6.A, e métodos proibidos M1, M2 e M3”. A drostanolona faz parte da classe S1, de agentes anabólicos. 
 

 
Paddockast #54
NO ANO DA DANÇA DAS CADEIRAS, QUEM DEVE FICAR SEM CONTRATO?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.