Fittipaldi negocia com Dorna para trazer MotoGP para Brasil na temporada de 2014

Emerson Fittipaldi está negociando com a Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, para trazer categoria ao Brasil na temporada de 2014. Circuito de Brasília é cotado para receber o campeonato

Depois de promover as 6 Horas de Interlagos, etapa brasileira do Mundial de Endurance, Emerson Fittipaldi já tem um novo desafio. O ex-piloto de F1 negocia com a Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, para trazer a competição para o Brasil na temporada de 2014.

 Grande Prêmio procurou a empresa espanhola, que confirmou o interesse da categoria no mercado brasileiro e as conversas com o bicampeão de F1.

“O Brasil é um mercado realmente interessante para a MotoGP e nós estamos conversando com Emerson Fittipaldi para trazer o Mundial de volta ao seu país”, admitiu. “No momento, não podemos confirmar as datas, porque ainda é muito cedo, mas vamos ver o que acontece no futuro”, continuou, destacando que Argentina e Texas devem se confirmar como as etapas em aberto no calendário provisório de 2013 que foi divulgado pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo) recentemente. 

Dorna confirmou negociação com Fittipaldi para trazer MotoGP ao Brasil (Foto: Felipe Tesser)
O GP apurou que o circuito de Brasília é o mais cotado para sediar a etapa da brasileira da competição. Em contato com a Secretaria de Esportes do Distrito Federal, o Grande Prêmio soube que existem conversas em andamento, que envolvem todas as Confederações, para a elaboração de um projeto de reforma do traçado. 
 
A expectativa é que o plano seja concluído até o fim deste ano. A intenção do governador Agnelo Queiroz (PT) é entregar a obra concluída até o fim do mandato, ou seja, em 2014.
 
A MotoGP esteve no país pela última vez em 2004 no circuito de Jacarepaguá. O autódromo de Interlagos, em São Paulo, chegou a receber representantes da FIM para uma vistoria técnica, mas a Prefeitura optou por não realizar as obras necessárias no traçado para acomodar as motos do Mundial por conta dos custos envolvidos. 
 
A reforma que será feita no circuito paulista não atende as exigências de segurança da FIM e, por isso, o autódromo foi praticamente descartado. 
 
O envolvimento de Fittipaldi com a MotoGP passa por Eric Granado, piloto da JiR na Moto2. O jovem paulista é um dos clientes da Momentum Sports, agência que uniu Emerson ao publicitário Washington Olivetto, da WMCann, e Marcos Lacerda, da Momentum Worldwide.
 
Quem também trabalha para tentar trazer a MotoGP ao país é Alex Barros, maior nome do Brasil na modalidade. O piloto está no circuito de Aragón neste fim de semana e declarou que quer conversar sobre o retorno da categoria. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube